Atualizado em 19.07.2014

Atualizado em 19.07.2014

domingo, 20 de março de 2011

RINS - Insuficiência Renal - FÍGADO - PEDRAS NA VESÍCULA - HEPATITE - GORDURA NO FÍGADO - TONTURAS/LABIRINTITE - AUTISMO - BRUXISMO - ZUMBIDOS - DISBIOSE - LIMPEZA DO FÍGADO, VESÍCULA e RINS - Sintomas e sequencia correta



Senti a importância de fazer esse texto pois percebi que várias pessoas estão fazendo as limpezas de fígado SEM FORTALECER O RIM e sem antes se desparasitarem, limparem o sangue e fortalecerem os sistemas ( inclusive o imunológico). 

As pesquisas que realizo há mais de 25 anos e os acompanhamentos desde 2004 anos comprovam que essa limpeza DO FÍGADO E DO RIM não é o melhor caminho. Bactérias, fungos, entre outros, estão quietos nesses locais e podem se espalhar pelo corpo. Os usuários do GFU não fazem essa limpeza. Não é necessário e pessoalmente não recomendo. Os "bichinhos " que estão mais concentrados num único lugar, podem se espalhar pelo corpo.

Se não quiser ler sobre o SISTEMA DIGESTIVO e todo o seu funcionamento - vale ler sobre a Disbiose:  INFLAMAÇÕES DO INTESTINO E INTESTINO PERMEÁVEL e abaixo sobre o  FÍGADO (está no meio deste texto). E na sequência várias colocações sobre o fígado - um órgão de vital importância. e APÓS O FÍGADO - SOBRE OS RINS 

Abaixo, no final da página, colocando sobre tonturas e vertigens, assunto bastante procurado atualmente.

SISTEMA DIGESTIVO
Boca
Estômago
Intestino Delgado - O intestino delgado ve sido muito pesquisado e ficou conhecido como nosso segundo cérebro. Bem interessante !!!
Intestino Grosso

Num resumo: O aparelho digestivo tem 3 funções principais
DIGERIR - ABSORVER - ELIMINAR

A digestão ocorre na boca, estômago e intestino delgado (onde acontece a absorção dos nutrientes). Quando não estamos com as células aglomeradas devido a bactérias, acidez , toxinas, desquilíbrios.. A eliminação dá-se através do intestino grosso.
Imagem de células aglomeradas - fica fácil perceber o porque não captam os nutrientes de forma correta

OUTROS ÓRGÃOS ASSOCIADOS AO SISTEMA DIGESTIVO
Fígadobílis
Pâncreas - produz a maioria das enzimas digestivas. Quando sobrecarregado ou danificado por vírus, vacinas, álcool propílico ou por cálculos biliares que bloqueiam o canal pancreático, a digestão fica seriamente comprometida. Em sistema digestório vídeo muito bom no blog Saudável e Feliz http://saudavelfeliz.blogspot.com.br/2010/06/criando-33.html

Os alimentos não digeridos ou mal digeridos podem permanecer no intestino fermentando ou entrando em putrefação. e formando inúmeras bactéria nocivas.

Vamos lá.... DISBIOSE : Acontece quando o número de bactérias nocivas como o estafilococo ou os fungos (por exemplo, a cândida albicans) estão em grande quantidade e ocasionam a destruição das bactérias benéficas.


As boas bactérias se tornam negativas se saem do intestino pela parede intestinal. Com o protocolo de eliminação dessas bactérias no caso aqui: a ELETROTERAPIA os hábitos intestinais melhoram bastante em poucos dias. Evidentemente as boas bactérias se beneficiam com o extermínio das invasoras.


COMO ACONTECE A DESTRUIÇÃO DAS BACTÉRIAS BENÉFICAS no dia a dia? Essa destruição das bactérias benéficas acontece muito  pelo uso de drogas: como antibióticos, pílulas. Pelo estresse. Por dietas desequilibradas e por tudo que causa acidez no sangue.

A DISBIOSE é, no fundo, um desequilíbrio ecológico no aparelho digestivo.

SÍNDROME DO INTESTINO PERMEÁVEL
O revestimento que envolve o tubo digestivo leva o nome de barreira mucosa.
Essa barreira impede a entrada de substâncias estranhas para a corrente sanguínea. Ou, a saída de substâncias estranhas, tipo bactérias, fungos etc do intestino para o plasma.
Se esta barreira ficar inflamada ou danificada torna-se permeável, permitindo que alimentos não digeridos ou mal digeridos, bactérias, fungos, substâncias químicas tóxicas que estão nos alimentos ( e não são poucas ... de uma olhadinha na composição de uma simples gelatina. E que mais eles colocam? Afinal nem todos os ingredientes aparecem, penso eu, senão todo mundo saberia fazer uma Coca Cola).

Continuando .... com a barreira danificada eles entram na corrente sanguínea causando uma série de problemas de saúde. Afinal estão no lugar errado, né? Segundo as pesquisas da Hulda esses micro organismos abaixam nossas defesas e as doenças mais sérias acontecem porque esses micro organismos se infiltram nos órgãos. Exemplo: Vc. tem uma febre, toma um antibiótico...os micro organismos se escondem dentro dos órgãos que é um   local que não tem nada a ver com eles.
Algumas:
-alergias alimentares
-Doença Celíaca
- Doença de Crohn
- Doenças auto imunes: asma, atopia, espondilite anquilosante, psoríase, síndrome de Reiter, artrite reumatoide, autismo infantil... ( muito pouco divulgado sobre )
(John McKenna pág 22)


 INFLAMAÇÕES DO INTESTINO E INTESTINO PERMEÁVEL
Inflamação no intestino pode ser causada por toxinas, químicas e alergia ou sensibilidade alimentar causadas principalmente por um sistema imunológico enfraquecido e pelo crescimento desordenado de bactérias. 
Isto pode causar várias doenças entre elas o Autismo, mal de Alzheimer, Parkinson e várias patologias ligadas ao funcionamento cerebral, além de dores em geral (dores no corpo, fibromialgia, dores musculares, dores de cabeça, gases, refluxo, azia, má digestão, constipação, diarreia... e com a evolução causa as doenças crônicas) doenças que confundem a medicina por afetarem o comportamento: autoagressão, estereotipias mecânicas como situações variadas onde esteja sempre de bruços ou em posição de feto, beliscões no corpo e nos olhos, bater a cabeça, são sintomas comuns.


Quando a digestão é pobre, o intestino com bactérias e permeável, os nutrientes dos alimentos não são adequadamente absorvidos. Isto leva a deficiência nutricional que pode afetar toda a função celular, inclusive uma baixa função cerebral. E por estar o intestino permeável essas bactérias passam para a corrente sanguínea.

Dra Hulda coloca que quando começamos com muitos processos alérgicos é porque já estamos com muitas bactérias no corpo. Um Sistema imunológico enfraquecido que não consegue mais dar conta do recado e eliminar essas bactérias.
Os 4 princípios de tratamento são:
1- Eliminar os micro organismos nocivos - no caso aqui utilizamos o protocolo da Eletroterapia- GFU.
2 - Foco no equilíbrio do Sistema Imunológico - uso do P10 + os sais minerais, e o Carbovital para recuperar a flora intestinal.com resultados rápidos e positivos.
3- Reposição de bactéria benéficas. Com o equilíbrio do sistema imunológico que acontece com a limpeza e oxigenação sanguínea que o GFU proporciona as bactérias benéficas se refazem naturalmente.
3- Reposição dos nutrientes faltantes. SAIS MINERAIS

FÍGADO
Além de organizar os nutrientes o fígado tem a função de organizar tudo o que é tóxico para o organismo.
Imagine o nível da toxidade quando os alimentos começam a fermentar ou a entrar em putrefação no intestino delgado.

Esse nível de toxidade vai sobrecarregando o fígado a medida que ele tenta neutralizar estas substâncias.

O fígado tem uma capacidade limitada se a carga é muito grande, as toxinas vão direto para a corrente sanguínea, passam a sobrecarregar os rins e assim vai passando de órgão a órgão - veja como tudo está interligado) .

Bom...elas vão para a corrente sanguínea causando danos em outras partes do corpo, inclusive ao próprio fígado que inflama e fica incapaz de desempenhar suas funções.

Mas, sem tratar o sistema digestivo ,deixando ele limpinho sem micro organismos, sem diminuir as TOXINAS, sem reequilibrarmos o sistema ...  vamos continuar na mesma. Fazendo inúmeras limpezas de fígado (que já está cansado) e irritando o APARELHO URINÁRIO (rins e bexiga). Conheci várias pessoas que fizeram inúmeras limpezas de fígado. Uma delas ...mais de 25 limpezas, uma pessoa extremamente alérgica (alergia até de perfumes e materiais de limpeza). Parou de fazer essas limpezas e seguiu o tratamento com o GFU e está MUITO bem.  

As toxinas da alimentação e a toxinas provenientes dos micro organismos que já estão conosco (somos hospedeiros- hotel de primeira) já estão sobrecarregando o nosso fígado e os rins. Veja a importância de usar o GFU

Some a isso parasitas, fungos, vírus e bactérias que habitam o nosso corpo vindos de outras fontes: animais da rua, animais de estimação ( animais que vivem conosco tb devem ser tratados - de uma olhada nos rótulos de vermífugos para animais e tudo que podem trazer para nós), o ar que respiramos, ambientes úmidos ( fungos), fezes dos cupins de móveis de madeira (altamente tóxicas), ar condicionado ....por aí vamos e não tem como fugir. A menos que cheguemos a um ponto onde a doença nos leve a optar pela simplicidade de uma chácara, por exemplo, com alimentos hiper saudáveis, sol, água pura...

Num resumo do resumo coloco aqui a minha maneira de ver...Não é aconselhável fazer essas limpezas por conta própria. Nada legal entrar numa briga enfraquecido, né ?
 Sempre com acompanhamento médico



Como regenerar o fígado
Recebi esse texto de uma amiga mas não veio o autor. Os textos neste tom de azul não fazem parte do original OK

Os sintomas mais freqüentes de um mau funcionamento hepático são:
•Má digestão;  mau hálito e língua suja;  flatulência e ventre inchado; síndrome de intestino irritável;  prisão de ventre;  aumento de peso; colesterol e triglicérides elevados;  agravamento dos problemas alérgicos, como por exemplo, febre do feno, erupções cutâneas, urticária e mesmo asma;  dificuldade na digestão de alimentos gordos; vesícula biliar preguiçosa e com cálculos; excesso de calor corporal por vezes associado a transpiração ou odores corporais.  

Na medicina tradicional chinesa o fígado é considerado um órgão de extrema importância, sendo classificado como um dos cinco principais. Segundo os médicos chineses sempre que têm de tratar casos de obesidade começam por ajudar o fígado a desempenhar corretamente as suas funções. 

Costumam avaliar o estado do fígado observando os olhos do paciente que se apresentarão secos e avermelhados.  Se os olhos se apresentam brilhantes e claros (sem vasos sanguíneos dilatados) é um bom augúrio para o fígado.

Melhore o funcionamento do seu fígado ( veja sobre o GFU - esse é um dos seus objetivos - desintoxicar e limpar ) use a eletroterapia, beba boa água, se alimente com mais simplicidade e use suplementos corretos e naturais.
As pessoas com peso excessivo  desincham e com os sistemas funcionando regularmente voltam ao seu peso natural.

ABAIXO DESSE LINDO TEXTO ESTAREI COLOCANDO SOBRE A GORDURA NO FÍGADO

Olá! Sou teu fígado! Permite que eu me apresente!
Como podes gostar e cuidar de mim, se não me conhece?


Sou o maior órgão do teu corpo e estou localizado no lado superior direito do abdômen, protegido pelas costelas (gradio costal).

Sou responsável por aproximadamente 5.000 (cinco mil) funções vitais, produzindo a grande maioria das substâncias essenciais para manter funcionando o resto do teu organismo.

Sou um grande laboratório!

Produzo a bile que é levada ao intestino delgado para se juntar ao processo de digestão.

Eu mantenho as reservas de ferro que tu necessitas, bem como as vitaminas e outros minerais. Também produzo hormônios, proteínas e enzimas que mantêm teu corpo funcionando normalmente.

Tenho participação na produção de substâncias que ajudam o sangue a coagular e um papel importante na decomposição do colesterol e de medicamentos. Sem mim não terias forças para levar tua vida adiante!

Eu armazeno todas as toxinas, venenos, álcool, substâncias químicas e drogas que entram em teu corpo. Minha função é quebrar quimicamente estes venenos, de modo que possam ser mais facilmente eliminadas pelos rins e pela pele.

Sou um depósito de toxinas. Elas permanecem em mim por bastante tempo até serem processadas. Se a carga se torna excessiva, fico impedido de trabalhar adequadamente e o processo digestivo se torna difícil.

Eu reservo energia, como uma bateria, armazenando açúcar (carboidratos e gorduras) até que dele necessites. Sou eu quem alimenta o teu cérebro de energia e o faz funcionar. Sem mim, entrarias em estado de coma!

Na verdade, nem poderias te levantar da cama se eu não estivesse trabalhando!

É importante que gostes de mim!
Mas não te peço muito... Basta que me trates bem! Não me entupas de álcool - cerveja, uísque ou cachaça!
Se bebes com frequência, podes me lesionar para o resto das nossas vidas!

E eu me lesiono facilmente... Estas lesões chamadas "cirrose“, são permanentes.

Toma cuidado com o hábito da auto-medicação! Os medicamentos são importantes, mas ao tomares remédios sem necessidade, podes me sobrecarregar e intoxicar!

Todos os medicamentos são produtos químicos e quando tu os combina sem a aprovação de um médico, podes criar algo venenoso e prejudicar-me seriamente.

E saibas, eu não me queixo. Se me maltratas, não poderei avisar-te que estou em perigo!

Outra coisa importante - cuida da tua alimentação! Não abuses dos alimentos gordurosos!

Eles podem me deixar coberto de gordura e, se isso acontecer, desequilibrarei vários sistemas do teu corpo! Alimenta-te com uma dieta balanceada.

Sou vulnerável aos diversos vírus da hepatite, que podem viver no sangue, na saliva, nas fezes e no sêmen humano.

Quase sempre sou capaz de destruir esses vírus, mas às vezes eles são mais fortes que eu e me infectam, causando-me muito dano.

Os vírus da hepatite C são transmitidos pela transfusão de sangue e hemodiálise, pelo uso de drogas intravenosas, material cortante ou perfurante de uso coletivo, sem esterilização adequada, procedimentos médicos/odontológicos, tatuagens, piercing, manicure etc.

Já o vírus da hepatite A, é transmitido através da água e dos alimentos, enquanto o da hepatite B, através dos contatos íntimos, da mãe infectada para o recém nascido e pelo uso do sangue infectado.

Então observa a procedência do sangue que acaso precises receber, dos alimentos e da água que ingeres e toma cuidado com a higiene ao toalete. Use preservativos com novos parceiros, exija que os instrumentos que perfurem tua pele ou boca sejam esterilizados.

Segundo a Tradicional Medicina Chinesa: sou um órgão regido pela energia da madeira. Por isso, como uma planta, se me tiras um pedaço, sou capaz de me regenerar e crescer novamente.

Sou eu quem controla teu sistema nervoso e exerço uma atividade importante sobre teus pensamentos.

Quando estou desequilibrado, não consegues te concentrar e nem ter clareza mental. Também te enervas facilmente, ficas instigado às brigas, predisposto à dores de cabeça, na nuca e região lombar...

Ainda segundo a milenar Medicina Chinesa, sou a morada das HUN, seres espirituais que zelam por tua saúde.

E elas não gostam, absolutamente, da raiva e suas toxinas venenosas!

Quando te tornas irado, sou agredido pelas toxinas do estresse. Se isso ocorre com frequência, as HUN me abandonam e fogem do teu corpo...

Então, torno-me endurecido e o teu humor cada vez pior.

Na antiguidade, Hipócrates classificou os principais temperamentos humanos de acordo com os humores predominantes. Ele denominou temperamento bilioso - que significa cheio de bílis e de raiva, irritável - aquele dominado por minha atuação negativa...

As toxinas da raiva são um veneno que não consigo metabolizar... E elas podem me destruir, tornando-me um sério candidato ao câncer...

Além disso, quando envenenado pela raiva, afetarei o teu coração, que tornar-se-á impaciente e rancoroso, incapaz de sentir amor, alegria e respeito.

E isso, facilmente, pode destruir teus relacionamentos...

A única forma de convencer as HUN a voltarem ao teu corpo, é praticares atos de bondade para contigo mesmo e para com os outros. Quando transformares tuas atitudes raivosas em tolerância, conciliação e solicitude, elas ficarão ao teu lado, trazendo-te saúde e sorte!

Entendes agora que precisas buscar a Sabedoria do Viver, para poderes enfrentar os desafios do dia a dia, com inteligência, calma e serenidade?

Compreendes a importância de te apaziguares com todas as circunstâncias da tua vida e todos os seres à tua volta?

Como vês, tua vida, saúde e felicidade, dependem de que cuides muito bem de mim e de ti!

Evita o estresse. Correr contra o relógio é hábito perigoso. Cultiva o bom humor. Pra que levar a vida tão a sério? Procura sorrir e brincar. Permita-te o lazer e o prazer. Descontração e diversão são essenciais para manter-me desopilado!

Busca o teu bem-estar através do contato com a natureza, da prática de exercícios físicos, do relaxamento e, principalmente, da meditação, que te conecta com a Fonte da Vida!

Que as HUN te deem uma saúde vibrante e muita sorte!

Teu silencioso companheiro,
O fígado. Esse texto está na Internet - creio que é da Olga .

Existem alimentos que podem regenerar o fígado
Nutricionistas brasileiros sugerem nutrientes e combinações:

Um dos nutrientes que tem a função de limpar o fígado é o enxofre, presente principalmente em vegetais mais escuros, como a couve, os brócolos e o agrião. Um sumo de agrião e couve pode ser tomado duas vezes ao dia e tem efeitos surpreendentes. (lembrando sempre que devemos procurar verduras sem agrotóxicos para não tomarmos concentrado de agrotóxicos)

Aminoácidos como a leucina, encontrado em carnes magras, por exemplo, ou a cisteína da lentilha, do feijão branco e do grão-de-bico também fortalecem as enzimas que limpam o organismo e ajudam a regenerar o fígado. Um estudo já divulgado pelo Instituto Nacional de Investigação Agronômica (Inra) francês reforça que uma maior presença de leucina na alimentação contribui para reduzir a perda da massa muscular durante a velhice.


Alimentos ricos em cisteína incluem pigmentos vermelhos, alho, cebolabrócolos, couve-de-bruxelas, aveia e gérmen de trigo. Não é, contudo, um aminoácido essencial: é sintetizado no organismo humano se existir uma quantidade disponível suficiente de metionina. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ciste%C3%ADna

A fruta também tem um potencial anti-inflamatório e alimentos de coloração arroxeada, como couve roxa ou beterraba também contribuem igualmente para que este órgão fique mais limpo. Ainda alimentos, que tem alcaloides  como a rúcula, almeirão, mostarda e agrião são desintoxicante. A canela tem a capacidade de acelerar o metabolismo e reduzir o açúcar no sangue.

Como já colocado o fígado é um órgão muito importante por ter funções essências à vida do Ser Humano. A Saúde é o equilíbrio e funcionamento integrado de todos os órgãos e sistemas. Quando um órgão não está funcionando corretamente ele sobrecarrega os outros. Ver mais em SISTEMA DIGESTÓRIO no blog Saudável e Feliz

- Produção de proteínas;
- Armazenamento de glicose (açúcar), vitaminas e minerais;
- Produção de bile (que auxilia a digestão das gorduras);
- Síntese de colesterol;
- Desintoxicação de drogas, medicamentos e outras substâncias químicas.

Doenças no fígado podem ser causados por fatores que incluem o consumo excessivo de álcool, a infecção pelo vírus da hepatite, o abuso de drogas, o diabetes e a obesidade. 

A alimentação errônea também pode provocar alterações no órgão, como o acúmulo de gordura - Vários depoimentos e exames comprovando que com o uso do GFU de forma correta essa gordura desaparece - (ou esteatose hepática) que se manifestam com dor, desconforto abdominal e aumento do tamanho do órgão.gordura hidrogenada, comer depressa, alimentos enlatados e com químicas

 Estas alterações podem progredir trazendo sérias consequências à saúde, já que o aproveitamento de virtualmente todos os nutrientes consumidos será prejudicada, acarretando em muitos desequilíbrios orgânicos.

Para o diagnóstico da esteatose hepática o médico leva em conta os sintomas relatados, as alterações laboratoriais (como elevação das enzimas
AST e ALT, fosfatase alcalina e gamaglutamiltransferase), sendo a confirmação feita por exames de imagem como ecografia, tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética.

Apesar do fígado possuir um alto e rápido poder de regeneração, o excesso de consumo de gordura pode levar à esteatose não-alcoólica. Neste estágio a reversão do quadro dependerá de mudanças no estilo de vida incluindo atividade física e alimentação saudável. 

Existem evidências suficientes para afirmar que dietas ricas em gorduras e açúcares (ou dieta fast food, como alguns chamam) pode danificar o fígado. O problema não é só a gordura ou açúcar em si,  mas o consumo excessivo das calorias vindas dos mesmos. Uma única refeição de uma cadeia de lanchonetes qualquer pode conter até 2.000 calorias, quantidade suficiente para um dia inteiro!



GORDURA NO FÍGADO , ÓRGÃOS E MÚSCULOS

 O uso em excesso de açúcar  também provoca o acúmulo de gordura em torno dos órgãos e músculos.  

A gordura acumulada em regiões onde não deveriam, como no fígado, por exemplo, é chamada de gordura ectópica. Segundo um dos autores do estudo, Bjorn Richelsen, essa gordura é mais perigosa para a saúde de uma pessoa do que a gordura subcutânea, que é aquela que fica sob a pele. A gordura ectópica induz a uma disfunção dos órgãos e pode representar um fator de risco para problemas como diabetes, doenças cardíacas, derrames e problemas no fígado.




O QUE É A GORDURA ECTÓPICA?

A gordura ectópica é conhecida como: a gordura que está no lugar errado. Um exemplo do dano que podem causar gordura ectópica é a doença de fígado gordo, o qual é caracterizado por uma grande percentagem de gordura no fígado.


As células de gordura na cintura, por exemplo,  segundo as pesquisas libertam substâncias nocivas que causam resistência à insulina (um precursor da diabetes) e inibem o metabolismo da gordura (Bau K, de 2007). 

Neurotransmissores de células de gordura abdominais interferem não só com a regulação de insulina, mas também podem impedir a absorção de leptina (hormônio que controla o apetite e ajuda a queimar gordura).

Conhecendo um pouco sobre GORDURAS.

Podemos classificar as gorduras em grupos de acordo com a fonte:





Cuide-se. Não é tão difícil e você se sentirá muito melhor, mais bem disposto e com mais energia usando o GFU.

E para ajudar mais ainda:

Os passos para a prevenção e reversão da esteatose hepática de causa alimentar (ou não alcoólica) incluem:

1. Limitar o consumo de fast food (pizzas, sanduíches, batata frita a uma vez ao mês);
2. Consumir alimentos mais saudáveis incluindo frutas e verduras no cardápio, diariamente;
3. Limitar o consumo de refrigerantes (estudos comprovam que o consumo regular de refrigerantes aumenta a gordura 
ectópica) e de bebidas alcoólicas;
4. Fazer um check-up cardiológico e iniciar a prática de atividade física regular e moderada afim de manter o peso dentro de limites saudáveis;
5. Retornar ao hepatologista e repetir os exames de sangue para averiguar a redução de enzimas hepáticas;
6. Procurar um nutricionista para orientar sua dieta em termos calóricos e quanto aos tipos de alimentos mais apropriados para cada horário do dia.

 Muito interessante esse texto. Complementa com a visão da MTC e da Metafísica. As partes em azul não fazem parte do texto original.

FÍGADO - Onde nasce o verdadeiro equilíbrio emocional

Na visão da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), o fígado, do ponto de vista energético, está estreitamente envolvido com a vesícula biliar (postura e decisões), mas também com os olhos (sentido da visão), ombros, joelhos e tendões (flexibilidade), unhas, seios e todo o aparelho reprodutor feminino.

Na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim o é para o homem. 

Praticamente, todo o sistema reprodutor feminino é regido pelo fígado, responsável por alterações no ciclo menstrual, presença de cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos ou pruridos vaginais, alterações da libido como frigidez e impotência. O fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo.Como todos os órgãos trabalham juntos veja a importância do uso do GFU para que você possa ter um bom funcionamento do fígado, um fígado limpo, desintoxicado e podendo exercer suas funções sem sobrecarregar os demais órgãos, músculos, articulações etc.

Como o movimento do sangue segue o movimento da energia, dizemos que o fígado direciona a circulação do sangue e regula também o ciclo menstrual.

Mas seu papel mais importante, é sem dúvida, sobre o equilíbrio emocional. É o livre fluir da energia do fígado que vai nos permitir responder vitoriosamente aos desafios da vida, aos estímulos emocionais e afetivos, 24 horas por dia, cada segundo de nossa vida, sem parar.
 

Daí começa a responsabilidade e respeito que devemos ter pelo nosso fígado e sistema hepático. E já podemos deduzir sobre o desgaste intenso ao qual este sistema é submetido no cotidiano da vida moderna. As alimentações com toxinas, aditivos, agrotóxicos, conservantes e ingeridas as pressas. A água de pH baixo, o estresse, as poluições que nos cercam ( visuais, eletromagnéticas, sonoras e o ar que respiramos carregado de toxinas ), tudo isso sobrecarrega nosso fígado que precisa de nossa ajuda para não ficar sobrecarregado e e sem conseguir fazer a sua função a contento - o GFU tem comprovado através de exames e pela rápida diminuição dos sintomas um dos seus objetivos que é a limpeza.
 
Pouco se sabe sobre sua importância e como auxiliar, ser cúmplice, do fígado nesta missão existencial: equilíbrio emocional e afetivo. Visão, flexibilidade, postura e decisões.Apesar de bem divulgado em livros há muitos anos é pouco divulgado ainda na mídia. Infelizmente as pessoas não estão habituadas ao "prevenir".

Pelo contrário, só pela má alimentação e sedentarismo, a cultura ocidental faz de tudo para fragilizar o sistema hepático. Acredito eu que por total falta de conhecimento e seguindo exemplos de vida de países estrangeiros que hoje são MUITO doentes.


Os maus hábitos alimentares e de vida levam ao seu desequilíbrio funcional, que leva ao desequilíbrio emocional, que desencadeia mais maus hábitos alimentares e de vida.

 Este desequilíbrio energético pode se manifestar de várias formas. Dependendo da sua localização: insônia, enxaqueca, hipertensão, problemas digestivos, TPM, etc.

Os problemas ligados ao fígado podem ser por falta ou por excesso de energia circulante. Um bom exemplo de excesso é a raiva, mais exatamente a raiva reprimida e, num quadro de vazio energético, temos a procrastinação e o medo paralisante, ou síndrome de pânico.


A estagnação do fluxo de energia do fígado frequentemente desequilibra o emocional, produzindo sentimentos de frustração e ira.

 Essas mesmas emoções podem levar a uma disfunção no fígado, resultando em um ciclo interminável de causa e efeito. Como costumo colocar, entramos num círculo.
Como todas as emoções, boas ou más, passam pelo fígado, não devemos reprimi-las infinitamente.

A repressão das emoções provoca um bloqueio da energia que leva ao excesso de calor no fígado.

 Cabe uma distinção entre sentimento e emoção.
 Os sentimentos, geralmente, fortalecem os órgãos e servem como mecanismos de defesa para o organismo. Uma certa irritação que nos leva a reagir diante de um ataque ou quando nos sentimos lesados, é diferente da raiva que é cega e destrutiva.
 Os olhos são a manifestação externa do fígado. Em outras palavras, o fígado rege o sentido da visão. Assim, patologias da visão irão sinalizar alguma alteração no fígado.

As mais comuns são: conjuntivites, olhos vermelhos sem processo inflamatório, coceiras, “vista” seca, visão fraca, embaçada ou borrada, terçol, pontos brilhantes que aparecem no campo visual, e outros.


A lágrima é a secreção interna que ajuda a aliviar o fígado.
Cuidado com olhos secos. Daí vem a importância do exercício de “piscar os olhos” (sempre – não esquecer) e de não reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente. Mas, acredite, conter o choro faz mal à saúde. Ah! Uma forma divertida de chorar / lacrimejar é deixando o riso fluir, acontecer no seu dia-a-dia, na sua vida.


As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado, e as suas deformidades ou a presença de micose sugerem algum comprometimento do fígado, ou desequilíbrio prolongado da sua energia.


O fígado rege as articulações do ombro e joelhos, e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites, dores nos joelhos, musculatura rígida, dores musculares, são sinais de comprometimento da energia do fígado.


As tendinites e os estiramentos frequentes também estão neste quadro.


Todo órgão está associado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar.

 Resumidamente, a vesícula atua mantendo o equilíbrio postural.
Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela.

 Rege a articulação tempero mandibular (ATM). Todas as tensões que ficam retidas no fígado podem ser descarregadas nesta região e produzir o bruxismo, que é um quadro de ranger os dentes, que se manifesta mais frequentemente durante o sono.

 Metafisicamente a vesícula biliar comanda a capacidade de tomarmos decisões assertivas. Uma vesícula desequilibrada se manifestará na forma de indecisões, ou mesmo desorientações, perda de rumo. (tonturas, labirintite, zumbidos, sensação de falta de equilíbrio ...)

E, para resumir e partir o mais rápido para a ação de cumplicidade “de bem com o fígado”, é recomendável :

- desintoxicar-se diariamente com o aumento do consumo dos alimentos de origem vegetal, maduros, crus, idealmente orgânicos e integrais;
- desintoxicar-se diariamente praticando a terapia do riso, as brincadeiras, as artes, o lazer;
- praticar atividade física moderada diariamente. (As pessoas não têm noção de como este hábito é vital para o livre fluxo de energia do fígado);
- os sabores ácido e amargo, assim como os alimentos de cor verde, são os maiores aliados do fígado. Entretanto, na primavera, evite exagerar nos sabores ácidos e picantes.
- evitar intoxicar-se com alimentos muito gordurosos (tanto pela qualidade, gordura animal e óleos refinados, como pela quantidade, frituras, açúcar, café , álcool, substâncias químicas diversas que afetam o humor; etc.)
- evitar vida sedentária e estressante, o mau humor, ilusões e grandes expectativas.
autoria: Ernani Franklin

TONTURAS - VERTIGENS ... Texto em azul não fazem parte do texto original
 Quando o fígado e vesícula biliar estão acometidos (desequilibrados), a pessoa pode apresentar um ou mais dos seguintes sintomas: enxaqueca, tonturas, vertigens, problemas de visão em geral: olhos que coçam, olhos lacrimejantes ou secos, olhos amarelados ou avermelhados, fotofobia, visão turva, glaucoma, conjuntivite e mais ; dores na boca do estomago, dores musculares em geral, fadiga, aversão a ruídos, câimbras, zumbido, aversão ao vento, boca amarga, unhas fracas, apetite irregular, má digestão, micose, pé de atleta, unha encravada ( o lado interno do grande artelho esta relacionado ao meridiano do fígado e o quarto artelho ao meridiano da vesícula biliar).

É no trajeto do meridiano da vesícula biliar na região da cabeça do ponto VB1 ao VB20 que ocorre a estagnação da energia eletromagnética, provocando assim , tontura e vertigens, nunca o labirinto.

Alem de uma alimentação saudável devemos nos atentar para os aspectos psicoemocionais que afetam o fígado e a vesícula biliar, evitando: a cólera, o ódio, a irritabilidade, o nervosismo e a agressividade. Sempre lembrando do circulo vicioso. Um fígado com energia estagnada e com toxinas = sensações de raiva, tristezas etc

Pontos de acupuntura ou Do-in para tonturas e vertigens: VB20, VB44, F3 ,B1, se acompanhado de náuseas E45

Carlos César Lucca
 NA ELETROTERAPIA - GFU - O OBJETIVO É LIMPAR O SANGUE, OXIGENAR e DESTA FORMA COLABORAR COM O FUNCIONAMENTO DO FÍGADO E DA VESÍCULA.

LABIRINTITE - visão Metafísica
A labirintite significa pensamentos atrapalhados, nervosismo reprimido, o efeito de um golpe emocional, a necessidade de liberdade para pensar e agir, a sensação de falta de amor, sentimento de solidão, dificuldade para expressar-se, estar tonto com tantos problemas emocionais, sentir-se desamparado e teimar em continuar tentando pelos velhos caminhos que nunca deram certo. 

Pare de tentar achar a saída!

Se você continuar reprimindo seus medos, acabará entrando em pânico. 

Abra o jogo e liberte-se das amarras que o sufocam, colocando seus sentimentos em primeiro plano. Sua saúde está lhe pedindo para gritar pela sua felicidade. 

Pare de se anular. 

Jogue fora os ”lixos” guardados em seu coração e descubra seus verdadeiros sonhos, escondidos nessa escuridão. 

Seja você mesmo e respeite sua vida. 

Deixe para resolver os problemas na hora certa, pois vivê-los no dia-a-dia é prejudicial ao coração. 

Acredite que sua felicidade só depende de você e de sua conduta forte e decidida. 

Aja com humildade, mas seja firme em suas opiniões.

 Acalme-se e lembre-se que você já é feliz. 

Pois ninguém e nada neste mundo poderão fazê-lo infeliz. Somos nós, e não os outros, os únicos responsáveis pela nossa existência. Reaja! Acorde! Linguagem do Corpo vol. I - Aprenda a Ouví-lo para uma Vida Saudável

 Fígado e Emoções - 1 -FÍGADO - Onde nasce o verdadeiro equilíbrio emocional

Na visão da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), o fígado, do ponto de vista energético, está estreitamente envolvido com a vesícula biliar (postura e decisões), mas também com os olhos (sentido da visão), ombros, joelhos e tendões (flexibilidade), unhas, seios e todo o aparelho reprodutor feminino.

Na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim o é para o homem.

Praticamente, todo o sistema reprodutor feminino é regido pelo fígado, responsável por alterações no ciclo menstrual, presença de cistos de ovário, miomas uterinos, corrimentos ou pruridos vaginais, alterações da libido como frigidez e impotência. 

O fígado é responsável por manter o livre fluxo da energia total do corpo.

Como o movimento do sangue segue o movimento da energia, dizemos que o fígado direciona a circulação do sangue e regula também o ciclo menstrual.

Mas seu papel mais importante, é sem dúvida, sobre o equilíbrio emocional. É o livre fluir da energia do fígado que vai nos permitir responder vitoriosamente aos desafios da vida, aos estímulos emocionais e afetivos, 24 horas por dia, cada segundo de nossa vida, sem parar.

Daí começa a responsabilidade e respeito que devemos ter pelo nosso fígado e sistema hepático. E já podemos deduzir sobre o desgaste intenso ao qual este sistema é submetido no cotidiano da vida moderna.

Pouco se sabe sobre sua importância e como auxiliar, ser cúmplice, do fígado nesta missão existencial: equilíbrio emocional e afetivo. Visão, flexibilidade, postura e decisões.

Pelo contrário, só pela má alimentação e sedentarismo, a cultura ocidental faz de tudo para fragilizar o sistema hepático. Os maus hábitos alimentares e de vida levam ao seu desequilíbrio funcional, que leva ao desequilíbrio emocional, que desencadeia mais maus hábitos alimentares e de vida. 

Este desequilíbrio energético pode se manifestar de várias formas. Dependendo da sua localização: insônia, enxaqueca, hipertensão, problemas digestivos, TPM, etc.

Os problemas ligados ao fígado podem ser por falta ou por excesso de energia circulante. Um bom exemplo de excesso é a raiva, mais exatamente a raiva reprimida e, num quadro de vazio energético, temos a procrastinação e o medo paralisante, ou síndrome de pânico.

A estagnação do fluxo de energia do fígado frequentemente desequilibra o emocional, produzindo sentimentos de frustração e ira.

 Essas mesmas emoções podem levar a uma disfunção no fígado, resultando em um ciclo interminável de causa e efeito. Como todas as emoções, boas ou más, passam pelo fígado, não devemos reprimi-las infinitamente.

A repressão das emoções provoca um bloqueio da energia que leva ao excesso de calor no fígado. 

Cabe uma distinção entre sentimento e emoção. Os sentimentos, geralmente, fortalecem os órgãos e servem como mecanismos de defesa para o organismo. 

Uma certa irritação que nos leva a reagir diante de um ataque ou quando nos sentimos lesados, é diferente da raiva que é cega e destrutiva. 

Os olhos são a manifestação externa do fígado. Em outras palavras, o fígado rege o sentido da visão. Assim, patologias da visão irão sinalizar alguma alteração no fígado.
As mais comuns são: conjuntivites, olhos vermelhos sem processo inflamatório, coceiras, “vista” seca, visão fraca, embaçada ou borrada, terçol, pontos brilhantes que aparecem no campo visual, e outros.
A lágrima é a secreção interna que ajuda a aliviar o fígado.

Cuidado com olhos secos. Daí vem a importância do exercício de “piscar os olhos” (sempre – não esquecer) e de não reprimir o choro, embora nem sempre seja conveniente socialmente.
 Mas, acredite, conter o choro faz mal à saúde. Ah! Uma forma divertida de chorar / lacrimejar é deixando o riso fluir, acontecer no seu dia-a-dia, na sua vida.

As unhas são outra manifestação externa das condições do fígado, e as suas deformidades ou a presença de micose sugerem algum comprometimento do fígado, ou desequilíbrio prolongado da sua energia.

O fígado rege as articulações do ombro e joelhos, e também os tendões de modo geral. Assim sendo, as bursites e dores nos joelhos, sem causa aparente, são sinais de comprometimento da energia do fígado.

As tendinites e os estiramentos freqüentes também estão neste quadro.

Todo órgão está associado a uma víscera que, no caso do fígado, é a vesícula biliar.

 Resumidamente, a vesícula atua mantendo o equilíbrio postural. Todos os quadros de tonturas, vertigens, labirintites estão ligados a ela. 

Rege a articulação tempero mandibular (ATM). Todas as tensões que ficam retidas no fígado podem ser descarregadas nesta região e produzir o bruxismo, que é um quadro de ranger os dentes, que se manifesta mais freqüentemente durante o sono. 

Metafisicamente a vesícula biliar comanda a capacidade de tomarmos decisões assertivas. Uma vesícula desequilibrada se manifestará na forma de indecisões, ou mesmo desorientações, perda de rumo.

E, para resumir e partir o mais rápido para a ação de cumplicidade “de bem com o fígado”, é recomendável :
- desintoxicar-se diariamente com o aumento do consumo dos alimentos de origem vegetal, maduros, crus, idealmente orgânicos e integrais;
- desintoxicar-se diariamente praticando a terapia do riso, as brincadeiras, as artes, o lazer;
- praticar atividade física moderada diariamente. (As pessoas não têm noção de como este hábito é vital para o livre fluxo de energia do fígado);
- os sabores ácido e amargo, assim como os alimentos de cor verde, são os maiores aliados do fígado. 

Entretanto, na primavera, evite exagerar nos sabores ácidos e picantes.
- evitar intoxicar-se com alimentos muito gordurosos (tanto pela qualidade, gordura animal e óleos refinados, como pela quantidade, frituras, açúcar, café , álcool, substâncias químicas diversas que afetam o humor; etc.)
- evitar vida sedentária e estressante, o mau humor, ilusões e grandes expectativas.
autoria: Ernani Franklin
Via: zhenjiu

FÍGADO e A MEDICINA ANTROPOSÓFICA 
“Para a medicina antroposófica, as doenças psíquicas podem se originar na esfera orgânico-vital. Depressão e insônia, por exemplo, podem ter sua origem no metabolismo, especialmente no fígado, assim como a enxaqueca. O fígado faz a individualização das substâncias e cuida do metabolismo energético, o que nos confere vontade, força para decisão e atuação. O correto funcionamento do fígado deve trazer os aspectos fleumáticos do temperamento: bem estar, aparência jovial e uma boa “metabolização” das vivências tristes, que não chegam a causar depressão. O mal funcionamento do fígado pode levar à fraqueza de vontade, inércia, depressão, sintomas digestivos (empachamento, gosto amargo, intolerância à gordura) e medo da vida.”  Dr. Nilo Gardin

Recebo alguns emails perguntando sobre o adquirir (importar) os produtos que estão no livro para fazer essas limpezas. Como coloquei acima eu não os recomendo e não conheço esses produtos profundamente para indicá-los. Não temos como saber a veracidade deles. Já ouvi comentários que esses sais é que se solidificam e saem como pedrinhas???? O que sei e que está no outro blog é que ela não tinha sites e colocou no seu livro onde comprar e mesmo assim ela é clara ao afirmar que está colocando as indicações baseadas nas pesquisas que fez de cada produto naquela época e que não poderia garantir se teriam mudado alguma coisa.... colocando aqui as páginas do livro " The Cure"

Desejando TUDO de BOM

LUZ e PAZ Helô








































No livro É Preciso ter Estômago- John McKenna - Ele coloca sobre a Digestão e sobre o INTESTINO DELGADO.  
Muito interessante a colocação da permeabilidade do Intestino Delgado. Fica bem claro o porque do retorno das bactérias, fungos, etc...em nosso plasma no dia a dia. Após ler esse livro e pesquisar sobre acredito que antes de fazer essas limpezas devemos tratar essa impermeabilidade.
O correto é termos uma impermeabilização nas paredes do intestino delgado.Após esse tratamento ( que é simples) fazer as limpezas de rim e fígado.

Pessoalmente acredito que a sugestão primeira é reforçar o sistema imunolócico ( 3 meses do protocolo indicado pela Eletroterapia que geram uma limpeza em mais de 90% do plasma sanguíneo - comprovado por exames de sangue) e permeabilizar o intestino delgado.
Na sequência reforçar os rins que irão trabalhar na limpeza de fígado. 
 Abaixo colocando as limpezas indicadas nos livros da Hulda e algumas que recebi de amigos terapeutas. Existem várias opções de limpeza, inclusive mais simples e mais Brasil.

Acompanhando usuários desde 2004 não foi necessário fazer essas limpezas. O corpo fortalecido com o uso da ELETROTERAPIA faz essa limpeza de modo correto e sem interferências.


Limpe seus Rins

Os anos passam e nossos rins vão filtrando nosso sangue para remover o sal e outros intoxicantes que entram no organismo.

Com o tempo, o sal se acumula e precisamos de uma limpeza. Como fazer isso?
De um modo simples e barato:

Pegue um maço de salsa e lave bem. Corte bem picadinho e ponha em uma vasilha com água limpa.

Ferva por 10 minutos e deixe esfriar. Coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira.
Beba um copo todos os dias, e você vai perceber que o sal e outros venenos acumulados nos rins saem na urina.

Você vai notar a diferença!
Há muitos anos a salsa é reconhecida como o melhor tratamento de
limpeza dos rins. E é um remédio natural!

Sobre a Salsa
A salsa é uma das ervas com propriedades terapêuticas menos reconhecidas. Ela contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal da nossa culinária (166mg por 100g).
Isso é três vezes mais que a laranja.

A salsa contém também ferro (5.5mg /100g), magnésio (2.7mg / 100g), cálcio (245mg / 100g) e potássio (1mg / 100g) .

De acordo com o Padre Kneipp essa planta é um poderoso diurético, curando a retenção de água no organismo, sendo recomendada para pedra nos rins, reumatismo e cólica menstrual.
Sua alta concentração de vitamina C ajuda na absorção de ferro.
O suco de salsa, sendo uma bebida natural, pode ser tomado misturado com outros sucos, 3 vezes ao dia.
Um amigo comentou que seu pai tomava suco de salsinha nos dias de quimio e que quase não tinha os efeitos colaterais.
Para aqueles que estão enfrentando o cancer, sucos verdes são Muito bons. No nosso protocolo de tratamento, conforme análise individual, em alguns casos sugere-se que nos intervalos se faça uso de 1 copo de água com bicarbonato ( 1 colher de café em 1 litro de água) e  tomarem um suco com salsinha por volta das 11horas.

Muitas são as boas opções que ajudam na cura né?  Desejando Tudo de BOM!!!



 Fígado
Alguns sintomas que podem indicar problemas na vesícula ou no fígado ·
- Dificuldade para digerir comidas oleosas:
- Sono e/ou peso após as refeições com comidas que contém gorduras (carnes, pequi, frituras, cozidos com óleo, abacate, etc.).
· Mau humor e irritabilidade freqüentes.
· Manutenção de uma alta taxa de glóbulos brancos (os leucócitos, dentre eles os eritrócitos, linfócitos e neutrófilos):
- Febre interna freqüente.
· Sistema imunológico deficiente contra infecções:
- Baixa capacidade de proteção do corpo.
- Retorno de sintomas de doenças.
O uso da Terapeutica com a Eletroterapia, indicação de alimentos e reposição dos sais minerais  já comprovou a diminuição de pedras no fígado e na vesícula evitando a retirada cirúrgica da vesícula biliar.

O texto que segue abaixo está no livro da Dra. Hulda Clark ("A Cura para Todas as Enfermidades") - pág 553 - relevem algum erro de tradução, tá?

O trabalho do fígado é produzir de 1 a 1½ litros de bile por dia.
O fígado é repleto de canais (dutos biliares) que levam a bile até um tubo mais largo chamado de "duto biliar comum".

A vesícula biliar está unida ao duto biliar comum e serve de reservatório para a bile que desce do fígado durante todo o dia. 

Quando as gorduras e proteínas que ingerimos chegam ao intestino delgado, a vesícula começa a se espremer até esvaziar-se totalmente em até 20 minutos, fazendo com que a bile seja empurrada até o intestino delgado.

A bile é um suco digestivo composto por mucos, pela bilirrubina direta (que vem da degradação das hemácias do sangue), sais biliares, colesterol e recitina.
Em muitas pessoas, incluindo crianças, o duto biliar está obstruído por cálculos biliares Algumas desenvolvem alergias ou reações na pele.

Quando a vesícula é examinada por exames de raio x, nem sempre se percebe a presença dessas pedras por serem muito pequenas e não estarem calcificadas.

Existe mais de meia dúzia de variedades de pedras biliares e a maioria tem cristais de colesterol como núcleo. Elas podem ser pretas, vermelhas, brancas, verdes ou marrons claro. As verdes têm esta coloração porque são cobertas de bile.

No núcleo de cada pedra há um aglomerado de bactérias,  de acordo com cientistas, o que sugere é que um pequeno grupo de parasitas mortos se acumularam a medida que as pedras se formaram.

Com o crescimento e o aumento da quantidade de pedras o fígado passa a produzir menos bílis  Imagine uma mangueira de jardim cheia de pedras. Muito menos água passaria por ela. Com isso menos colesterol abandonará o corpo e os níveis de colesterol poderão aumentar.

As pedras da vesícula, sendo porosas, podem armazenar uma série de bactérias, vírus e parasitas que passam normalmente pelo fígado causando os focos de infecção.


Vc. não deve limpar seu fígado com parasitas vivendo nele. Podem se espalhar pelo corpo.

RINS 

 Os rins são duas glândulas de cor vermelhas escuras situadas simetricamente nos lados da coluna vertebral, na região lombar. Medem 10 cm de largura e pesam cerca de 150g cada um.

          Cada rim contém cerca de 1 milhão de néfrons, o que torna esse órgão capaz de filtrar os excretas que circulam no nosso sangue.

          Situam-se na cavidade abdominal, ao lado da coluna vertebral. Possuem duas faces: uma côncava e outra convexa.

          Na face côncava há uma escavação chamada hilo renal. Por ela entra a artéria renal, que leva sangue arterial ao rim; por aí também sai a veia renal, que retira o sangue venoso do rim, levando-o para a veia cava inferior.
          O peritônio, membrana serosa que cobre a superfície interior do abdome, prende-os fortemente contra a parede abdominal.

          A extremidade superior de cada rim é coberta por uma glândula endócrina, a glândula supra-renal.

 O sangue que se vai depurar passa pela artéria renal até aos rins e sai pela veia renal, debaixo do envoltório granuloso formado pelos glóbulos glomerulos de Malpighi.

Tais glomérulos são constituídos por capilares sanguíneos, artérias, e estão envoltos na cápsula de Bowman, que é uma bolsa que continua com o tubo uriníferos.

          Cada rim contém dois milhões destes tubos, agrupados em feixes piramidais. São os que contém a urina, a qual passa à pélvis renal e daí aos ureteres, que são o conduto excretor do rim que comunica a pélvis com a bexiga.
          A bexiga tem um comprimento aproximado de 30cm e um diâmetro de 5mm. Nela deposita-se a urina até o momento da sua expulsão para o exterior.

1. O que fazem os rins?
·           Controlam a quantidade de água e sal do corpo
·           Eliminam toxinas
·           Ajudam a controlar a hipertensão arterial
·           Produzem hormônios que impedem a anemia e a descalcificação óssea
·           Eliminam alguns medicamentos e outras substâncias ingeridas

Caso não funcionem corretamente, as impurezas se acumulam e a pessoa ficará intoxicada pela ureia e demais substâncias tóxicas que seu próprio metabolismo produziu (endógenas) ou que a pessoa internalizou (exógenas) como remédio, drogas ou agrotóxicos. Veja aqui novamente a importância do GFU. 

Mas, além da sua função vital de eliminar substâncias tóxicas, os rins também desempenham muitas outras funções.

 E, devido ao fato de passar pelo sistema renal todos os líquidos corporais, seu bom ou mau desempenho pode afetar, sem exceção, todos os demais órgãos e sistemas do organismo. Como colocado em vários tópicos deste blog. Todos os sistemas trabalham em conjunto.

FUNÇÕES

-Filtrar todos os líquidos corporais com a produção da urina para exercer sua função principal que é de desintoxicação e excreção;
-Eliminar substâncias tóxicas endógenas oriundas do metabolismo, como por exemplo, a ureia e a creatinina;
-Eliminar substâncias exógenas como medicações, antibióticos, aditivos químicos e drogas;
-Manter o equilíbrio de eletrólitos no corpo humano, tais como sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, bicarbonato, hidrogênio, cloro e outros;

-Regular o equilíbrio ácido-básico, buscando manter constante o pH ideal do organismo que deve ser levemente alcalino, idealmente entre 7,36 a 7,42;
-Regular a pressão e o volume de líquido corporal, retendo ou eliminando o excesso de água do organismo, ou seja, manter a pressão e o volume hídrico constante;
-Regular a composição sanguínea de células vermelhas, sais minerais, hormônios, nutrientes e outros;
-Regular a nutrição de ossos e dentes;
-Produção de hormônios como a eritropoietina que estimula a produção de hemácias (células vermelhas do sangue), a renina que eleva a pressão arterial, a vitamina D que atua no metabolismo dos ossos e regula a concentração de cálcio e fósforo no organismo, além das cininas e prostaglandinas. 

SISTEMA EXCRETOR – APARELHO URINÁRIO
  O sistema excretor é formado pelo aparelho urinário que compreende duas glândulas secretoras, onde se elabora a urina.
          A urina é um líquido transparente, de cor amarelada e leva dissolvidas várias substâncias. Um litro de urina contém normalmente água, 10 mg de cloreto de sódio e dois produtos tóxicos: a ureia (25g) e o ácido úrico (0,5g).

          A bexiga é uma bolsa muscular e elástica que se encontra na parte inferior do abdome e está destinada a recolher a urina que é trazida pelos ureteres. Sua capacidade variável é em média de 300ml.
          A uretra é um conduto pelo qual é expulsada a urina ao exterior, empurrada pela contração vesical; abre-se ao exterior pelo meato urinário e sua base está rodeada pelo esfíncter uretral.

INSUFICIÊNCIA RENAL
________________________________________
          A Insuficiência Renal não é mais do que o resultado da acumulação de substâncias prejudiciais que não são eliminadas e da falta de outras que o rim habitualmente fabrica, com a perda das funções dos rins.

          Nesta conformidade todo o organismo sofre. Os produtos finais do metabolismo dos alimentos e da vida das células acumulam-se.

          As principais causas da insuficiência renal são as glomerulonefrites, as pielonefrites e a hipertensão arterial, entre outras.

          É habitual descreverem-se Insuficiência Renal Aguda e a Insuficiência Renal Crônica.


Insuficiência Renal Aguda

          Em alguns pacientes com doenças graves, os rins podem parar de funcionar de maneira rápida, porém temporária. Rápida porque a função renal é perdida em algumas horas e temporária porque os rins podem voltar a funcionar após algumas semanas. A esta situação os médicos chamam de Insuficiência Renal Aguda. Em muitas ocasiões o paciente necessita de ser mantido com tratamento por diálise até que os rins voltem a funcionar.


Insuficiência Renal Crônica

          Insuficiência Renal Crônica é a perda lenta, progressiva e irreversível das funções renais. Por ser lenta e progressiva, esta perda resulta em processos adaptativos que, até um certo ponto, mantém o paciente sem sintomas da doença.

          Até que tenha perdido cerca de 50% de sua função renal, os pacientes permanecem quase que sem sintomas. A partir daí podem aparecer sintomas e sinais que nem sempre incomodam muito o paciente. Assim, anemia leve, pressão alta, edema dos olhos e pés, mudança nos hábitos de urinar e do aceito da urina (urina muito clara, sangue na urina, etc.).    
     
Como saber se você tem doença renal?

SINTOMAS QUE SINALIZAM DESEQUILÍBRIO NA ESSÊNCIA VITAL (QI) DOS RINS
São alertas de que deve ser procurada orientação médica: 
- Inchaços frequentes, principalmente de pernas e pés;
- Alterações no aspecto da urina: cor de coca-cola, sanguinolenta, espumosa;
- Urina em excesso pode sinalizar diabetes;
- Pouca urina e ardor à micção;
- Palidez constante;
- Aumento de pressão arterial, náuseas e vômitos;
- Boca seca ou gosmenta e hálito cetônico;
- Ossos e dentes muito frágeis ou sensíveis;
- Asma e bronquites;
- Problemas de zumbido e audição e;
- Dores lombares.
EXAMES
Dois exames muito comuns checam o funcionamento renal. E melhor: médicos de qualquer especialidade podem requisitá-los.

Exame de sangue

Ao medir o nível de creatinina, um resíduo originado da atividade muscular corriqueira, é possível calcular a quantas anda o trabalho de filtração dos rins. Quando os níveis da substância estão elevados, é sinal de que algo não vai bem.

Exame de urina

Esse teste vai mostrar a presença de uma proteína, a albumina, no líquido amarelo. O composto orgânico não costuma aparecer no xixi, já que ele é retido quando chega aos rins. Porém, se existirem problemas, a albumina será liberada sem empecilhos.

Doenças preliminares
Alguns problemas de saúde podem levar ao desenvolvimento da DRC – Doença Renal Crônica.

Diabete
Hipertensão
Glomerulonefrite (infecção no glomérulo)
Má-formação nos rins
Lúpus
Cálculo renal
Tumores
Infecções urinárias recorrentes

http://www.unifesp.br/denf/NIEn/insuf_renal/funcao_renal.htm
http://www.saude.sp.gov.br/ses/perfil/cidadao/orientacoes-gerais-sobre-saude/como-cuidar-dos-seus-rins-e-prevenir-a-doenca-renal
http://somostodosum.ig.com.br/conteudo/c.asp?id=07710
http://mdemulher.abril.com.br/saude/reportagem/prevencao-trata/saiba-como-cuidar-bem-rins-753346.shtml
http://www.tuasaude.com/pedra-nos-rins/



Legalmente é obrigatória essa declaração abaixo:
As informações, sugestões e idéias apresentadas neste documento são apenas para informação e não devem ser interpretadas como conselhos médicos, diagnóstico de doenças, ou para efeitos de prescrição. Os leitores devem consultar seu médico antes de iniciar qualquer programa de tratamento alternativo. As informações contidas neste documento não devem ser usadas para substituir os serviços ou as instruções de um médico ou profissional de saúde qualificado.
Este produto não é destinado a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença, dor, ferimentos, deformidade ou condição física ou mental. Consulte sempre seu médico.