Atualizado em 19.07.2014

Atualizado em 19.07.2014

terça-feira, 22 de março de 2011

HULDA Regehr Clark - Raymond Rife - Raymond Rife - Richard Gerber e outros, Porque estou aqui



Itens deste tópico
- Hulda Regehr Clark
- Royal Raymond Rife  vale ler
Richard Gerber

No final deste tópico:
- Estamos nos esquecendo que estamos nos alimentando mal, vivendo na poluição, na química, com água ruim e aceitando conviver com proibições de produtos que nos fazem bem e que não apresentam efeitos colaterais.

Por ser bastante extenso o tema Toxemia. Estou colocando sobre no blog: 
http://eletroterapianasaude.blogspot.com.br/search?q=toxemia
http://toxemiaeacidose.blogspot.com.br/

Na lateral direita em "MARCADORES" fica fácil de encontrar.
Vale saber sobre. Cada dia mais e mais comprovado TOXEMIA E ACIDOSE como as causas das doenças.
Hulda Regehr Clark (18 de outubro de 1928 - 3 de setembro de 2009) Como já coloquei em outros tópicos tive uma identificação com esse trabalho. Complementa os  estudos sobre as Medicinas Alternativas,Tradicionais , Medicina Chinesa, Medicina Quântica, Medicina Integrativa e Metafísica da Saúde. 

Trabalho desde 1994 com a Radiestesia e pesquisando desde 1984 sobre saúde  no foco do porque adoecemos.

Quais os fatores que nos levam a adoecer, que nos enfraquecem. Fatores internos e externos.

Qual a influência energética no Ser Humano que compromete sua  saúde. 

Tive a oportunidade de conhecer os livros do Dr. Deepak Chopra, Sonia Hirsch, Huberto Rohden, Doris Gran, Louise Hay, Anthony Robins, Thorwald Dethlefsen, Rudidiger Dahlkeo, Marcio Bontempo, entre tantos outros (cada um com sua forma de se expressar, seu modo particular - mas todos, no fundo, dizendo as mesmas coisas).

Tive também a oportunidade de conhecer o trabalho da Hulda usando o aparelho de ELETROTERAPIA.

Confirmei seu funcionamento e resultados com exames de sangue, urina, ultrassonografia e com exames de microscopia.

 Senti, experienciei, vivenciei o fechar de um quebra cabeças onde para mim ficou completamente claro que existe Energia sim, que existe Saúde Plena sim. E é com muito AMOR que compartilho toda essa vivência.

Hulda Regehr Clark foi Naturopata, autora e médica da Medicina Complementar. Começou os seus estudos em biologia na Universidade de Saskatchewan – Canadá, aonde foi premiada com o prêmio: Magna Laude e recebeu a Maestria com Honras depois de 2 anos na Universidade de McGille.
Frequentou a Universidade do Minnesota, onde se licenciou em Biofísica e Fisiologia Celular, recebendo o grau de doutoramento em fisiologia em 1958.
 
Em 1979 abandonou as investigações patrocinadas pelo governo e fundou um gabinete de pesquisa onde se iniciou no mundo da Naturopatia após ter concluído seu curso na Clayton College de Saúde Natural. Seis anos mais tarde descobriu como rastrear eletronicamente o corpo humano.
 
Em seu livro ” A Cura para Todas as Doenças” ela coloca o caminho que percorreu, passando por aparelhos com frequências, por aparelho computadorizado com várias opções de frequências, até chegar ao aparelho com bateria de 9V, que segundo suas pesquisas é o que melhor realiza os objetivos que ele propõe.


Gerar frequências de polaridade positiva é a melhor forma de se obter bons resultados
Sem necessidade de escolher frequências específicas ou varrer uma faixa de frequências de kHz por vez.


O aparelho por ela criado é muito simples, Passou por algumas modificações. Está diferente do que o primeiro que ela divulgou em seu livro The Cure. Em seus outros livros ela coloca sobre essas mudanças - fixou a 
Frequência de saída em 30 kHz tolerância +-6%.


O  seu uso também muito fácil. A continuidade e a frequência de uso é que determinam o melhor aproveitamento dos objetivos que ele propõe.  


Pelos seus estudos "a voltagem positiva aplicada em qualquer lugar do corpo atrai coisas carregadas negativamente como, por exemplo, uma bactéria."

"A voltagem positiva intermitente interfere no fluxo de elétrons em alguma chave na rota metabólica, ou ajeita a molécula de ATP desabilitando sua ruptura. Tais perguntas biológicas puderam ser respondidas estudando os efeitos de aplicação de frequências positivas em bactéria em laboratório."
 
A pergunta mais importante, claro, é se existe um efeito prejudicial. "Eu, Hulda Clark não vi nenhum efeito em pressão sanguínea, agilidade mental, ou temperatura do corpo. "

Segundo, a Dra. Hulda Clark tem que haver um novo entendimento na definição de saúde e doença.

Isso é hoje mais divulgado. Atualmente - 2017 - precisamos estar atentos com as "promessas" . 

 Como uma pessoa fica doente sem ter vírus, fungos, bactérias e demais micro organismos patogênicos e ou químicas nos órgãos ? 

- Mesmo assim, ainda hoje é pouco divulgado sobre a importância do pH no sangue, órgãos, líquidos e tecidos. Se você medir seu pH provavelmente vai dar OK porque "precisa" estar OK. Porque o corpo precisa estar com seu PH OK

Mas isso não significa que seu sangue esteja limpo, sem toxinas, químicas , metais pesados e micro organismos que causam doenças.

 Só significa que seu corpo está fazendo um esforço para manter seu pH - o sangue não pode ficar com menos de 7 de pH. 

No link abaixo o pH de alguns órgãos e explicação mais detalhada.
http://phsaude.blogspot.com.br/

Como acontece a penetração de produtos tóxicos em nosso organismo ?
A penetração destes produtos tóxicos no nosso organismo  acontece através do contacto com o meio ambiente que nos rodeia e pelas práticas comuns do nosso dia a dia, assim como a ingestão dos alimentos, o uso dos produtos de higiene pessoal (laca, gel, xampu, tinta do cabelo, colônia, perfumes) e os produtos para limpeza da casa ( detergente, sabão, desinfetante, etc.).

Muitos destes produtos têm titânio, bismuto, bário, estrôncio, alumínio, cromo, benzeno e corantes, entre outras substâncias tóxicas. É importante saber-se que todos os metais introduzidos no organismo reforçam as bactérias e rompem as cadeias de ARN e ADN.

Segundo Dra. H. Clark, toda a doença provém de duas causas, PARASITAS e POLUENTES.
 

Parasitas: são organismos que vivem em associação com outros aos quais retiram os meios para a sua sobrevivência, normalmente prejudicando o organismo hospedeiro, um processo conhecido por parasitismo. O efeito de um parasita no hospedeiro pode ser mínimo, sem lhe afetar as funções vitais, como é o caso dos piolhos, até poder causar a sua morte, como é o caso de muitos vírus e bactérias patogênicas.

Poluentes: são todos os elementos, radiações, vibrações, ruídos e substâncias ou agentes contaminantes libertados em um ambiente, prejudicando os ecossistemas biológicos e os seres humanos.

No livro “A Cura para todas as Doenças” ela nos mostra que todas as doenças tem uma explicação e a cura passa a ser mais simples quando a causa é conhecida.

Descreve a causa das doenças dando as instruções e colocando depoimentos.Apresenta vários casos históricos que nos mostram que podemos nos reequilibrar alcançando a saúde. Coloca sobre a eficiência da Eletricidade, explicando claramente como funciona.

Fora dessas linhas estão suas novas idéias. LIBERTE-SE
Parece-te confuso? Dê um passo bem simples. Aprenda como usar a eletricidade ao seu favor.

Uma das colocações que ela propõe que vale uma reflexão sobre:
"DÊ UM PASSO DENTRO DE UM NOVO MUNDO – Mundo sem enfermidades crônicas.
DÊ UM PASSO FORA DO VELHO MUNDO -  Mundo que o mantém como prisioneiro.
Dentro das linhas que o mantém prisioneiro estão apenas suas idéias e crenças."
 
Te parece confuso? Dê um passo bem simples. Aprenda como usar a eletricidade ao seu favor.

" A Cura de todas as Enfermidades" Cura para todos os Cânceres", Cura para todos os Cânceres avançados, "Cura para Aids", " A prevenção de todos os Cânceres" e seu último livro publicado em 2008, " A Cura e Prevenção de todos os Cânceres "

Vários livros partiram dos estudos dela. Muito bacana tudo isso.

Dedicou seus estudos ao Câncer e a Aids.Faleceu com 80 anos e trabalhando até o fim, Seu ultimo livro foi lançado em 2008Trabalhou escrevendo até os 79 o que mostra que estava lúcida. 







 

E é muito bonito todo seu trabalho. O saber quantas pessoas ela curou e tudo de BOM que ela deixou. 

Se vc. estuda os livros (editados em várias línguas) e hoje estão divulgando o assunto...é Graças a ela e a várias outras pessoas que se lançaram a pesquisar sobre.

Creio que chegou o momento de exercermos nosso livre arbítrio com bom senso e sem julgamento. 

Para arbitrarmos é necessário conhecer, pesquisar... por isso estou aqui compartilhando.

No final desta página o Índice do livro " The Cure" - dá para ter uma ideia do maravilhoso trabalho da Dra. Hulda. E abaixo do índice temos sobre Raymond Rife.

Um trabalho muito lindo - 50 Anos de pesquisas e a cura de muitas pessoas. Muitos deles, pacientes terminais com Câncer e Aids desenganados. Abaixo dos livros temos sobre o Rife que também realizou curas lindíssimas em pacientes com Câncer.

Dra Hulda Clark , coloca em seu livro " The Cure" : a origem da maioria das doenças está nos parasitas, vírus e bactérias que se alimentam da multiplicidade de tóxicos, químicos e metais pesados que temos em nosso organismo. Como , por exemplo, o solvente de benzeno e o álcool isopropílico.
Consumimos diariamente várias substâncias tóxicas em refrigerantes, sucos prontos, leite de caixinha, gelatinas, doces industrializados,  tomates, batatas, água tóxica e comida industrializada...muitas são as fontes.

Outra fonte de contaminação são os produtos de higiene pessoal que contêm toxinas que absorvemos através da pele e do cabelo.
(fato já bastante conhecido pelos tratamentos de Ortomolecular feitos através da pele). Dra Hulda coloca muito bem sobre os metais colocados nos dentes e sobre a tinta usada para colorir os cabelos. Sobre as tintas ela coloca inclusive que como são feitas as tinturas mês a mês, não existe o tempo de recuperação natural. Vale refletir sobre, né?

Além desses contaminantes temos também vários outros tipos de contaminantes externos como a poluição do ar, a poluição sonora e visual ( causadoras do estresse que acidifica nosso sangue) , as poluições da eletromagnética, das antenas ...enfim várias e que atualmente estão sendo divulgadas. Acho importante adquirirmos e divulgarmos esses conhecimentos, pois isso nos facilita o conviver com eles de maneira saudável.

http://gfugeradordefrequencia.blogspot.com.br/2011/03/24-poluicao-silenciosa-e-invisivel.html

O acúmulo de substâncias tóxicas debilita o sistema imunológico e contribuem para o desenvolvimento dos parasitas em diversas partes do corpo onde essas substâncias se encontram. Segundo estudos da Dra. Hulda e hoje divulgado por vários médicos os parasitas e bactérias passam a habitar um determinado órgão por encontrar nele contaminantes que lhes serve de alimento. Interessante, né? Em várias pesquisas que focam em energia, vibração e na Antiga Medicina Chinesa é claramente colocado. Um órgão com baixa vibração atrai para si elementos de vibração baixa como os parasitas.

Quando os parasitas se alojam dentro dos órgãos promovem as doenças conhecidas como crônicas, incuráveis, genéticas entre outros nomes dados às patogenias de difícil cura pela medicina.
A Dra Hulda Clark foi considerada por muitos como a maior Expert a nível mundial em fisiologia celular

Para a Dra. Hulda as doenças "genéticas" seria o adquirir dos pais os parasitas que eles tem. Muito interessante essa colocação. E, adquirimos também os hábitos de nossos familiares no uso de produtos de limpeza, de higiene e no tipo de alimentação. Vale refletir sobre. Isso explica o porque ela coloca que ao tratar com a eletroterapia uma criança, os pais também devem usar. Uma maneira de quebrar o circulo de reinfestação.

A Dra Hulda como vários outros pesquisadores sofreu ameaças por não se dedicar a medicina ortodoxa e por obter êxitos em sua terapia. Em sua Clínica no México, Centrury Nutricion Clinic teve a oportunidade de ajudar pacientes com câncer em estado terminal.




 Declaração Dra. Hulda traduzido pelo tradutor da net.

Há vários Web site e companhias usando meu nome, vendendo meus livros, ou vendendo os produtos que reivindicam ser aprovados por mim Eu não sou affiliated com, e para não ter nenhum controle sobre, nenhuma outra Web site ou companhia.
Eu estou contente de ver assim muitos outros Web site oferecer meus livros para a venda, ou citar passagens delas. Eu desejo-os bem. Como a observação de copyright em meus estados dos livros, qualquer um está livre copíar o texto de meus livros para toda a finalidade non-commercial, e aquele inclui afixar passagens no Internet. O Internet é heaven-sent para o disemination largo das idéias, o especial novos ou controversos. Mantenha por favor na mente, entretanto, que nenhum outro Web site fala para mim.
Eu estou também contente de ver assim muitos outros Web site oferecer os produtos que ajudam a pessoas reter ou regain sua saúde. Como é óbvio de minhas escritas, eu penso que os produtos (unpolluted) seguros são duros de encontrar, mas essencial. Entretanto eu não endosso nenhum fabricante, e eu não recebo nenhuma compensação para nenhumas vendas do produto por nenhuma outra companhia. Eu não tenho nenhuma influência direta em nenhuma outra companhia, qualquer uma. No capítulo das fontes de meus livros eu digo que produtos eu pessoalmente testei e encontrei o cofre nesse tempo. Eu lamento-me não posso devotar o tempo a manter uma base de dados dos produtos, monitoro-os constantemente, e faço-o tal informação disponível no Internet, assim que meu mais melhor conselho para os povos que desejam comprar produtos é furar às fontes em meus livros, ou os varejistas que compram daquelas fontes. Este não é um sistema perfeito, mas é o mais melhor para agora.
Eu lamento-me não tenho mais tempo para responder ao correio e responder a meus leitores. A maioria de meu tempo é gastado em uma clínica em México, ou na escrita acima dos findings novos. Eu não tenho um e mail address, e provavelmente não poderia prosseguir com ele. 

Eu escrevi meus livros para estar tão completo como possível, com a esperança que a lata dos povos "o faz você mesmo" e não a necessita um conselho mais adicional.

Eu tive que resistir diversos ataques legais de encontro a myself e a meus findings, e eu tive que pedir a meus leitores em mais de uma ocasião sua sustentação. Sempre foi forthcoming e deixou-me fazer exame desta oportunidade de dizer: Obrigado muito muito.
Hulda R. Clark










 Por Dra. Hulda - Abaixo deste texto índice do livro

The Cure, artigo sobre Rife vale ver!!!
Afortunadamente, la corriente de baja intensidad emitida por el zapper ataca a los microorganismos sin afectar a las células del organismo. Tampoco produce efectos en la presión sanguínea, temperatura corporal o la memoria. No tiene efectos secundarios, AL contrario de lo que ocurre con la mayoría de las medicinas, operaciones quirúrgicas y terapias que promueve la medicina convencional, algunas de las cuales pueden resultar mortales, como La quimioterapia o la radioterapia.
 
En palabras de la Doctora Clark:
"No importa lo larga y confusa que sea la lista de síntomas de una persona, desde fatiga crónica o infertilidad hasta problemas mentales, en todos los casos tienen en su cuerpo tóxicos y/o parásitos.
 
Nunca he encontrado que la falta de ejercicio, deficiencias vitamínicas, niveles hormonales o cualquier otro factor, sea una causa primaria o un elemento determinante de la enfermedad. Así que la solución para gozar de buena salud es obvia."
 
La mayoría nos duchamos, lavamos los dientes y cambiamos de ropa todos los días. Asumimos que porque tengamos un aspecto externo limpio y aseado también estamos limpios por dentro. ¡Nada
más lejos de la realidad! Pero como dice el refrán: 'ojos que no ven, corazón que no siente'. 

Estamos convencidos los parásitos son un problema del tercer mundo que no nos afecta. Sin embargo, por los cuatro litros de sangre del adulto medio circulan trillones de patógenos hostiles y SUS mutaciones, que les sirven de red de distribución hacia todos los órganos y tejidos del cuerpo.
 
El 50% de las autopsias de cadáveres realizadas en USA detectan la presencia de parásitos.
 
Nunca antes en la historia de la humanidad habíamos estado tan parasitados. 

Esto se debe a la cantidad de toxinas medioambientales, contaminantes, sustancias químicas y metales pesados que debilitan nuestro sistema inmunológico, abriendo la puerta a toda clase de parásitos y otros microorganismos patógenos como bacterias y virus. 

Los parásitos a su vez producen sustancias tóxicas que debilitan aún más el sistema inmunológico. 

Este círculo vicioso es la causa principal dela mayoría de las enfermedades autoinmunes que nos asolan (como Diabetes, artritis, Alzheimer,lupus, fibromialgia, esclerosis múltiple y enfermedad de Crohn entre otras), a pesar de los constantes avances tecnológicos y médicos.
 
La carga inusitada de tóxicos que todos llevamos dentro ha vuelto ineficaces en muchos casos terapias tradicionales como la acupuntura, la homeopatía o las terapias herbales, que se originaron en épocas en las que el sistema inmunológico de los seres humanos no estaba expuesto a semejante sobrecarga.

  Lógicamente, el primer paso es eliminar las toxinas que sirven de caldo de cultivo a los parásitos, y que bloquean el sistema inmunológico. Sin embargo, según mi experiencia, si no se eliminan también los parásitos no se logra una recuperación completa del paciente.
 
 

Uma breve história de Royal Raymond Rife

Temos na história de Royal Raymond Rife uma descoberta maravilhosa que poderia ter ajudado muita gente.
Royal Raymond Rife foi um brilhante cientista que nasceu em 1888 e morreu em 1971. 
Estudou no Johns Hopkins, Rife desenvolveu
uma tecnologia utilizada em ótica, eletrônica, radio-química, bioquímica, balística e aviação. 

Podemos dizer que Rife praticamente desenvolveu sozinho a medicina bioelétrica.

Trabalhou para Zeiss Optics, para o Governo Americano, várias pessoas entre elas o milionário Henry Timkin, da Timkin Rolamentos

As invenções de Rife incluem um microscópio heteródino ultravioleta, um micro dissecador e um micro manipulador.

Em 1920, Rife termina a construção do primeiro microscópio de vírus do mundo.

Em 1933, construiu o Microscópio Universal, capaz de ampliar objetos 60.000 vezes o seu tamanho normal. O Microscópio Universal tem a qualidade de ver vírus vivos.

Rife foi o primeiro ser humano a ver um vírus vivo .

Os modernos microscópios eletrônicos matam instantaneamente tudo o que estiver sob ele, vendo apenas os restos mumificados e os detritos.

 O que o microscópio de Rife pode ver: a atividade viva de viroses viventes enquanto eles se mudam de forma para se
acomodar as mudanças no ambiente, duplicam rapidamente em resposta aos carcinógenos e transformam células normais em células tumorosas.

Ele recebeu os 14 maiores prêmios e honras e recebeu um doutorado honorário pela Universidade de Heidelberg por seu trabalho.

A descoberta de Rife possibilitou a ele ver organismos que ninguém mais poderia ver com microscópios comuns.
Mais de 75% dos organismos que Rife podia ver com seu Microscópio Universal são visíveis somente com a luz ultravioleta.

Neste tempo, Rife estava tão à frente dos seus colegas dos anos 1930 que eles não poderiam compreender o que ele estava fazendo, sem ir ao laboratório de Rife em San Diego para ver através o seu microscópio de vírus, eles mesmos. E muitos fizeram exatamente isso.

Uma delas foi Virginia Livingston. Ela finalmente mudou-se de New Jersey para Point Loma nos arredores de San Diego e se tornou uma frequente visitante do seu laboratório. Hoje, é frequentemente dado a Virginia Livingston o crédito por identificar o organismo que causa o câncer humano, começando pelas pesquisas que ela começou a publicar em 1948.

A maioria da época não chegou a conhecer de perto o microscópio de San Diego.
Nesta época (anos 30) as viagens aéreas eram desconfortáveis, primitivas e principalmente arriscadas. Até hoje,mesmo os microscópios eletrônicos modernos mostram imagens mortas, congeladas, não o ciclo de vida das viroses em processo.

Royal Raymond Rife identificou o vírus do câncer humano nos anos de 1920!
Ele deu ao vírus do câncer o nome “Cryptocides Primordiales”.
Virginia Livingston, em suas pesquisas mudou o nome para “Progenitor Cryptocides”. Royal Rife nunca foi nem mesmo mencionado nas divulgações das pesquisas de Virginia.
Rife, por seu um cientista quieto e modesto não obteve o crédito por suas descobertas monumentais.

Mesmo assim, muitos cientistas e doutores têm confirmado a descoberta de Rife do vírus e sua natureza polimórfica, usando as técnicas do campo-escuro com o microscópio de Naessens e experimentos de laboratório.

Rife também trabalhou com cientistas e doutores renomados do seu tempo, que também confirmaram ou endossaram várias áreas do seu trabalho.
Rife não entrava em confrontos, preferia se dedicar aos estudos de seu método de destruição destas viroses matadoras. Ele usou o mesmo princípio para matá-las, a que as tornou visíveis: a ressonância.

Rife levou muitos anos, até descobrir as frequências que destruíam especificamente herpes, pólio, meningite espinhal, tétano, influenza e um número imenso de outros organismos causadores de doenças perigosas. Na sequencia deste estudo descobriu- se que uma única frequência é capaz de fazer todo esse trabalho. O corpo se reequilibrando o sistema imunológico passa a fazer seu trabalho de forma correta defendendo nosso corpo dos invasores.

Em 1934, a Universidade da Califórnia do Sul formou um comitê especial de pesquisa médica para trazer pacientes de câncer terminal do Hospital de Pasadema County para o laboratório e clinica de Rife em San Diego para tratamento.
 A equipe incluia doutores e patologistas reconhecidos para examinar os pacientes – se ainda vivos – em 90 dias.

Após os 90 dias de tratamento, o comitê concluiu que 86,5% dos pacientes tinham sido completamente curados. O tratamento foi então ajustado e os restantes 13,5% dos pacientes também reagiram nas 4 semanas seguintes. O índice de recuperação total usando a tecnologia de Rife foi de 100%.

Rife registrou por anos seu trabalho, incluindo filmes e fotografias de imagens congeladas.

O primeiro incidente foi o gradual roubo de componentes, fotografias, filmes e registros escritos do laboratório de Rife.

Enquanto Rife se esforçava para reproduzir seus dados perdidos (naquele tempo as fotocópias e computadores não estavam disponíveis), peças do seu microscópio foram roubadas.

O laboratório de Burnett de vários milhões de dólares foi destruído por um incêndio justamente quando cientistas estavam se preparando para anunciar a confirmação do trabalho de Rife.
E, tempos depois todo os 50 anos de estudos de Rife foi confiscado.

Arthur Kendall, o diretor da Escola de Medicina de Northwestern, que trabalhou com Rife no vírus do câncer,
Foi morar no México.

Dr. George Dock, entre outros se calaram sobre o trabalho de Rife. Todos, exceto os Doutores Couche e Milbank Johnson, deixaram de lado o trabalho de Rife.

Uma geração inteira de estudantes de medicina se formaram e começaram a trabalhar sem nunca terem ouvido falar dos importantes avanços da medicina de Rife.

Durante a vida de Rife, ele  testemunhou o progresso da civilização, as viagens de cavalo ao avião a jato.
Viu a epidemia do câncer aumentar de 1 em 24 americanos em 1905 para 1 em 3 em 1971, ano que Rife morreu.

Ele também testemunhou o fenomenal crescimento da Sociedade Americana do Câncer, a Fundação Salk e muitas outras coletarem centenas de milhões de dólares para doenças que foram curadas muito tempo antes em seus próprios laboratórios em San Diego.

176.500 drogas para o câncer foram submetidas para aprovação. Qualquer uma que apresentasse resultados “favoráveis” em apenas 1/6 e 1% dos casos estudados poderiam ser licenciadas. Algumas dessas drogas tiveram uma taxa de mortalidade de 14 a 17%.

Quando a morte advinha pela droga, não pelo câncer, o caso era registrado como uma remissão “completa ou parcial” porque o paciente, de fato, não havia morrido de câncer.

A conclusão inevitável alcançada por Rife foi que seu trabalho durante toda a vida e as descobertas não só tinham sido ignoradas, mas provavelmente seriam enterradas com ele.

Naquele ponto, ele parou de produzir e gastou o último terço da sua vida se afogando no alcoolismo. Isto atenuou a sua dor e sua aguda consciência de meio século de esforços desperdiçados – ignorados – enquanto o sofrimento de milhões de pessoas continuava.

Em 1971, Royal Rife morreu de uma combinação de Valium e álcool com a idade de 83 anos. Talvez sua continuada exposição às suas próprias frequências o tenham ajudado a sobreviver ao abuso do álcool por tantos anos.

Felizmente, sua morte não foi o fim da sua terapia de eletrônica.

Alguns doutores humanitaristas e engenheiros reconstruíram seus instrumentos de frequências e mantiveram o seu gênio vivo. A tecnologia de Rife se tornou de conhecimento público outra vez em 1986 com a publicação de “A CURA DO CÂNCER QUE FUNCIONOU”, de Barry Lynes .

A exposição à freqüência e a umidificação do corpo com uma grande quantidade de água pura e limpa é crucial para alcançar os resultados que Rife conseguiu..

Um dia, o nome de Royal Raymond Rife poderá ascender ao seu lugar merecido, como um gigante da moderna ciência médica.

Até lá, sua fabulosa tecnologia se mantém disponível somente para as pessoas que têm interesse em buscá-la.

Há muitos profissionais da saúde maravilhosos hoje e dia. Eles podem ser de grande ajuda em muitas situações.

A única maneira real para determinar se esta tão revolucionária terapia existe é experimentar, você mesmo

Querendo conhecer mais sobre a fascinante história de Royal Raymond Rife e a supressão da tecnologia que ele
Desenvolveu : A CURA DO CÂNCER QUE FUNCIONOU: 50 ANOS DE SUPRESSÃO de Barry Lynes  (Cancer Cure That Worked: 50 Years of Suppression)


Vale refletir sobre:

Estamos nos esquecendo que se estamos nos alimentando mal, vivendo na poluição, na química, com água ruim e aceitando conviver com proibições de produtos que nos fazem bem e que não apresentam efeitos colaterais.

Tudo isso acontece porque nós aceitamos e pagamos por tudo isso. Acreditamos nas propagandas ...

Um exemplo básico: Aceitamos rótulos minúsculos e sem explicações. Tomamos refrigerantes há anos sem saber o que eles contêm.

As pessoas ingerem medicamentos onde na bula tem mais efeitos colaterais que benéficos. Medicamentos que são colocados no mercado e depois de 10 anos retirados do mercado porque causam câncer, esclerose, problemas cardíacos...

Viramos verdadeiros campos de experiência gratuitos, ou melhor, pagamos para sermos cobaias. E aqui no Brasil ainda temos o refugo de medicamentos já proibidos há anos em outros países. Antes de tomar um medicamento procure verificar sobre.

Tudo indica que nosso corpo aguenta 10 anos, pelo menos é o que se lê: Após 10 anos percebeu-se que o medicamento x causa a doença y. Atualmente as pesquisas revelam que o uso do celular, as antenas etc. causam doenças.

Em vários países é proibida a construção de casas aonde tem torres elétricas, aquelas de alta tensão, muito comum aqui nos condomínios. Vemos também aqui no Brasil antenas em cima de prédios e quase sempre em cima das caixas de água. 

Você já parou para pensar na quantidade de vacinas que uma criança toma antes de completar 2 anos? Haja corpo para codificar tantos elementos. Esse assunto das vacinas está uma polêmica na Internet.

Pagamos a existência de órgãos competentes. Pagamos pelas pesquisas ... apenas não usamos. Não solicitamos sobre.

Temos órgãos que medem a condição da água da sua cidade e controlam a qualidade do ar.

Temos o direito de saber o que bebemos o que comemos e o que respiramos. Nós pagamos por isso.

Existem também os órgãos competentes que nos ajudam. Se uma fábrica está poluindo sua cidade, seu bairro é só ligar e avisar e solicitar acompanhamento.

Se tem caminhões, ônibus, carros soltando fumaça, queimando óleo é só anotar a chapa e comunicar.

Dá trabalho? Dá! Tem que pegar o telefone e ligar.

Quase tudo que consumimos tem rótulos – cobrar dos órgãos competentes uma explicação do que são aquelas letrinhas minúsculas. Aqueles números.

 Por que mudaram de álcool propileno para propil? 

Por que estão colocando: contém felanamina? 

Por que nas pastas de dente vêm escrito crianças podem usar apenas uma gota?

 Por que os adoçantes tão maravilhosos nas propagandas estão sendo retirados?

Por que estão falando tão mal do filtro solar?  dos pesticidas que se passam direto no corpo? Dos contra pernilongos no quarto e no corpo das crianças? 

Se quiser aprofundar um pouco tem algum material aqui no blog, mas muito a pesquisar ainda.

Para essa realidade mudar. Nós precisamos nos conscientizar que só está assim porque nós pagamos com o nosso dinheiro e nossa saúde.

Saiu no Fantástico que verduras nos supermercados continham bactérias. E ? Não temos fiscais suficientes para fiscalizar estocagens, mas não está muito distante a época que fomos fiscais de preços e deu MUITO certo.

Restaurantes aparecendo em reportagens com comidas altamente contaminadas. Vocês sabia que existe uma lei que o restaurante é obrigado a permitir sua entrada na cozinha? 

Que tal exercermos nossa proteção e segurança.Um passeio nas cozinhas dos restaurantes, padarias e supermercados  que frequentamos,e com certeza estarão hiper higienizadas em pouquíssimo tempo, pois o boca a boca acaba com qualquer comércio. 

A realidade comercial é baseada na procura. Nós ditamos o que queremos. Se não compramos não fabricam.

Se quisermos com menos açúcar, sal e conservantes fabricarão alimentos com menos açúcar, sal e conservantes.

E isso vale para tudo. A Saúde sempre esteve e está em nossas mãos.





Legalmente é obrigatória essa declaração abaixo:
As informações, sugestões e idéias apresentadas neste documento são apenas para informação e não devem ser interpretadas como conselhos médicos, diagnóstico de doenças, ou para efeitos de prescrição. Os leitores devem consultar seu médico antes de iniciar qualquer programa de tratamento alternativo. As informações contidas neste documento não devem ser usadas para substituir os serviços ou as instruções de um médico ou profissional de saúde qualificado.
Este produto não é destinado a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença, dor, ferimentos, deformidade ou condição física ou mental. Consulte sempre seu médico.