terça-feira, 22 de março de 2011

9 - ACIDOSE - FIBROMIALGIA - DIABETES - SINTOMAS - SANGUE GROSSO - SANGUE SUJO - ANSIEDADE -sangue ácido o que causa ? - dores

Itens nesse tópico
- Acidose - Alcalose
- A Acidose pode causar os seguintes problemas: 
Qualquer mudança mais para a alcalinidade ou mais para a acidez afeta o metabolismo e o funcionamento de todo o organismo. 
- Nosso foco é o sangue. Esclarecendo sobre - Existe uma pequena confusão entre a importância da acidez e da não acidez. No final desta página.
-  Estou com acidez no meu organismo ? 
- Acidez e Alcalinidade dos alimentos e sua influência na acidez e ou alcalinidade do corpo.
- Um organismo ácido e suas consequências:

- Sistema imunológico enfraquecido + sangue ácido + micro organismos patogênicos = doenças 
- Parasitas + fungos + vírus + bactéria = mais toxinas no sangue = mais acidose = menos oxigênio = doenças degenerativas
- Química, em determinado órgão = parasitas se dirigindo a esse órgão = doença do órgão. Exemplo pâncreas -  álcool propílico = Diabete

Um corpo enfraquecido não tem condições de lidar com situações onde precisa de força e energia e como defesa ele coloca no inconsciente.
Alguns sintomas da civilização na era da tecnologia
- O sangue estando ácido acarreta
Sintomas Iniciais da Acidose
Sintomas Intermediários da acidose 
 - Sintomas Avançados da acidose

Vamos lá:
Quando o pH do sangue está abaixo de 7,35 existe acidose; se o pH do sangue é superior a 7,45, existe alcalose. Quando a acidose é severa e o pH alcança valores abaixo de 6,85, em geral as funções celulares se alteram de tal forma que sobrevém a morte celular. 

Usando o GFU conseguimos equilibrar o pH sanguíneo, nosso sangue deixa de ficar ácido e uma das comprovações é o desaparecimento dos sintomas.

Qualquer mudança mais para a alcalinidade ou mais para a acidez afeta o metabolismo e o funcionamento de todo o organismo. 

Atualmente a maioria das doenças são causadas pela acidose. O estilo de vida atual, correria, estresse, alimentos acidificantes, contato com eletromagnéticos, (vale ter conhecimento sobre a Poluição Invisível- ver tópico sobre), poluentes químicos entre outras toxidades  que promovem a acidificação do sangue como por exemplo as toxinas dos micro organismos que habitam e se proliferam de forma rápida num sangue ácido.  É aí que a Eletroterapia trabalha - onde "um dos objetivos"  é alcalinizar o sangue. Mais abaixo tem uma lista dos sintomas iniciais e vai aprofundando.

A Acidose pode causar os seguintes problemas:
Dano cardiovascular.
Ganho de peso, 
Obesidade
Diabetes.
Fibromialgia 
Problemas da bexiga.
Pedras nos rins.
Deficiência imunológica.
Aceleração do dano por radicais livres.
Problemas hormonais.
Envelhecimento prematuro.
Osteoporose e dor nas juntas.
Dores musculares e aumento do ácido lático.
Baixa energia e fadiga crônica.
Digestão e eliminação lentas.
Aumento de fermentações e fungos.
Falta de energia, fadiga.
Baixa temperatura corporal.
Tendência a contrair infecções.
Perda de iniciativa, prazer, e entusiasmo.
Tendências depressivas.
Ansiedade.
Insônia.
Exaustão rápida.
Compleição pálida.
Dores de cabeça.
Inflamação da córnea e pálpebras.Amolecimento e dores nos dentes.
Gengivas sensíveis, inflamadas.
Úlceras estomacais e da boca.
Fissuras no canto dos lábios.
Excesso de ácidos no estômago.
Gastrite.
Unhas finas e quebradiças.
Cabelos secos, quebradiços e queda.
Pele seca.
Irritação da pele.
Câimbras nas pernas, entre outros considerados psicológicos como: depressão, síndromes, insônia, ansiedade, etc .

Com o uso da Eletroterapia - GFU - estamos dando ao corpo a ajuda para o controle do pH fazendo o equilíbrio Ácidos-Álcalis, oxigenando e equilibrando o nível de eletrólitos.

Um corpo com seu sistema imunológico enfraquecido interfere em todo o seu perfeito funcionamento.Quando um sistema não está funcionando em equilíbrio, ele afeta todos os outros - estão todos interligados) ver mais no tópico glândulas e no tópico sistemas.

Sistema imunológico enfraquecido + sangue ácido + micro organismos patogênicos = doenças 

Parasitas + fungos + vírus + bactéria = mais toxinas no sangue = mais acidose = menos oxigênio = doenças degenerativas

Química, em determinado órgão = parasitas se dirigindo a esse órgão = doença do órgão. Exemplo pâncreas -  álcool propílico = Diabete

Um corpo enfraquecido não tem condições de lidar com situações onde precisa de força e energia e como defesa ele coloca no inconsciente. A experiência nos mostra e é fácil perceber quando temos contato com uma pessoa em processo de cura que ela ainda não lida com algumas emoções por falta de energia vital para lidar com essas emoções. Com o uso da Eletroterapia as energias vão se equilibrando e com a energia vital fortalecida energias tudo fica mais fácil.


Estou com acidez no meu organismo ? 
A medição do pH da urina e da saliva são os mais comuns de serem realizados. Mas, infelizmente, os resultados desses exames nos mostram o que chamamos de “lixo ácido” daquele momento. (momento em que foi feito o exame).

Isso confunde muito as pessoas que sentem uma série de sintomas e que recebem laudos laboratoriais que mostram que ela está com uma saúde perfeita.
Só temos certeza de uma acidez excessiva se temos dor, febre, inflamação ...
Por esse motivo faço o questionário. Pela lista de sintomas, horários, alimentação, entre várias outras perguntas fica fácil analisar o excesso ou não de acidez no corpo. 

Para aqueles que quiserem uma consulta para verificar a eletricidade, acidez e falta de oxigênio do corpo realizo um trabalho baseado no que chamo Terapia Integrada.
Terapia Integrada é uma Terapia que envolve e integra vários conhecimentos.

Esta consulta é feita a distância.
- Investimento: R$ 160,00

- Envio por e mail uma anamnese. Você responde e a partir da sua resposta é feita uma pesquisa e aprofundamentos para se chegar a um protocolo individual

- Como colocado acima é um Tratamento Integrado onde o objetivo é o alcance da Verdadeira Saúde com o localizar e  eliminar as causas que podem não estar sendo percebidas. - helofontoura@hotmail.com

Com o conhecimento tudo fica muito simples.



Acidez e Alcalinidade dos alimentos e sua influência na acidez e ou alcalinidade do corpo.


Os alimentos são classificados como ácidos ou alcalinos, dependendo do efeito que têm no nosso organismo após a digestão.

Um alimento ácido forma íons de hidrogênio e contribui para o corpo se tornar mais ácido.


Um alimento alcalinizante remove os íons de hidrogênio do corpo, tornando-o mais alcalino.

A maioria das pessoas pensa que se um alimento que tem sabor ácido terá um efeito formador de ácido no corpo.

 Muitas vezes, um alimento ácido após a digestão torna o nosso organismo alcalino. Um exemplo disso é o limão que após a digestão ajudam a remover os íons de hidrogênio, reduzindo a acidez do corpo.


Acidose, ou o excesso de acidez nos tecidos do corpo é uma das causas fundamentais das doenças, especialmente as doenças artríticas e reumáticas.

Nos casos de diabetes, úlceras, hipertensão arterial, câncer, problemas cardíacos, há um desequilíbrio do pH no organismo tendendo para a acidez.

Acidose destrói os ossos, pois o corpo tem que roubar alcalinizantes minerais a partir deles, para manter o pH do sangue.

Os minerais são "emprestados" de órgãos vitais e ossos para compensar (neutralizar) a acidez e remove-la com segurança do organismo.

Vários pesquisadores falam sobre: Estamos nos tornamos muito cheios de acidez e como resultado nós estamos experimentando uma grande variedade de doenças que florescem no meio ácido.



A acidose está muito comum em nossa sociedade.


Alguns sintomas da civilização na era da tecnologia:

O avanço da civilização e da tecnologia, no intuito de melhorar as condições de vida e o conforto do homem moderno trouxe novidades nos campos de pesquisa científica. 
Esse crescimento sem o conhecimento do que poderia ocorrer trouxe distúrbios ao meio ambiente e como consequências surgiram novas doenças alterando  e muito a saúde do homem moderno.

1 - Rigidez nos ombros, costas e nucas;
2 - Dor e peso na cabeça;
3 - Dores no peito sem razão aparente;
4 - Suspeitas de lumbago;
5 - Vertigens e insônias;
6 - Constipações permanentes;
7 - Cansaço e fraqueza geral;

8 - Dores no corpo - Fibromialgia:
9 - Alterações da tensão arterial;
10- Desequilíbrio do sistema nervoso central, periférico e autônomo como stress, nervosismo, instabilidade emocional, ansiedade.
11 - Perturbações digestivas;
12 - Distúrbios circulatórios;
Sintomas vários que devem ser levados em consideração e não devem ser camuflados. Facilmente tratados pela Eletroterapia.


Sangue ácido
O sangue estando ácido também acarreta:
•Dificuldade de fixação de oxigênio pela hemoglobina
•Agregação de hemácias (glóbulos vermelhos)
•Condição para desenvolvimento de micro organismos no sangue
•Hipofuncionalidade do sistema imunológico
Alguns sintomas:
Baixo índice de concentração, memória deficiente, cansaço inexplicável, sono fragmentado, ansiedade, compulsões,tonturas,enjoos, dores, entre outros.

Dr. Theodore Baroody, no seu livro "Alcalinize ou Morra", oferece uma lista de sintomas ligados à  Acidosis: 


 Sintomas Iniciais da Acidose
1.  Acne
2. Agitação
3. Dor muscular - Fibromialgia
4. Mãos e pés frios
5. Tonturas
6. Baixa energia
7. Dores no corpo que mudam de local
8. Alergias alimentares
9. Sensibilidade a produtos químicos, odores, gás, calor ...
10. Hiperatividade
11. Ansiedade, Insônia, Pânico e síndromes.
12. Sintomas no Pré-menstrual, ansiedade, depressão e cólicas menstruais
13.  Ansiedade, insônia e depressão
14.
Perda da vontade sexual.
15. Inchaço
16. Azia
17. Diarreia
18. Constipação
19. Problemas urinários, urina quente.
20. Forte cheiro da urina
21. Dores de cabeça
22. Respiração ofegante, respiração rápida
23. Batimento cardíaco acelerado
24.
Batimentos cardíacos irregulares
25. Língua revestida por uma camada esbranquiçada
26.
Dificuldade para se levantar
27. Excesso de muco
28.
Gosto metálico na boca
 

Sintomas Intermediários : 

 
1. Afta, Herpes, problemas de pele
2. Depressão
3. Perda de memória, memória enfraquecida
4. Perda de concentração, dificuldade de se concentrar, focar em uma única coisa, começar e terminar
5. Enxaqueca,
6. Insônia
7. Perturbação no olfato, visão, paladar
8. Asma
9. Bronquite
10. Febre do feno
11. Dores de ouvido, zumbidos
12. Urticaria
13. Inchaço no corpo, pernas e pés
14. Infecções virais (resfriado, gripe)
15. Infecções Bacterianas (Staph, estreptococos)
16. Infecções fúngicas (Candida albicans, tricofitia, vaginal)
17.  Impotência
18. Uretrite

19. Cistite
20. Infecção urinária
21. Gastrite
22. Colite
23. Queda dos cabelos
24. Psoríase 
25. Endemetriosis 
26. Gagueira 
27. Dormência e formigamento 
28.  Sinusite 
29 - Dores musculares 
30 -  Dores  no corpo, músculos, nervos, pescoço ...

 

 Sintomas Avançados: 

1.  A doença de Crohn
2.  Esquizofrenia
3. Dificuldade de aprendizado
4. Doença de Hodgkin
5. Lúpus 
6.  Esclerose Múltipla
7. Sarcoidose
8. Artrite reumatóide
9. Miastenia Gravis - A miastenia grave ou miastenia gravis é uma doença neuromuscular que causa fraqueza e fadiga anormalmente rápida dos músculos voluntários
10. Esclerodermia - A Esclerodermia ou Esclerose Sistémica (ES) é uma doença reumática crônica caracterizada por alterações vasculares, produção de anticorpos dirigidos contra partes do próprios corpo (auto-anticorpos) e aumento da produção de tecido fibroso quer na pele, quer em órgãos internos do corpo.
11. Leucemia
12.Tuberculose
13. Todas as formas de câncer

Abaixo das referências tem mais sobre

REFERENCES REFERÊNCIAS
Airola, P. 1974.
Airola, p. 1974. How To Get Well. How To Get Well. Phoenix, AZ: Health Plus Publishers. Phoenix, AZ: Saúde Plus Publishers.
Baroody, Dr. Theodore A. Jr. Alkalinize or Die. Baroody, Dr. Theodore A. Jr. Alcalinizar ou Morra. California: Portal Books, 1995. Califórnia: Portal Books, 1995.
Haas, Elson M. Staying Healthy with Nutrition. Haas, Elson M. Permanecer Saudável com nutrição. The Complete Guide to Diet & Nutritional Medicine. The Complete Guide to Diet & Nutrição Medicina. Berkeley, California: Celestial Arts, 1992; p. Berkeley, California: Celestial Arts, 1992, p. 22. 22.
Rona, Zoltan P. and Martin, Jeanne Marie. Rona, Zoltan P. e Martin, Jeanne Marie. Return to the Joy of Health, Vancouver: Alive Books, 1995. Retornar para a alegria da Saúde, Vancouver: Alive Books, 1995.
Rona, Zoltan P. Childhood Illness and The Allergy Connection. Rona, Zoltan P. As alergias e doenças infantis Connection. Rocklin, California:Prima Books, 1996. Rocklin, California: Prima Books, 1996.
Dr. Zoltan P. Rona is a graduate of McGill University Medical School (1977) and has a Master's Degree in Biochemistry and Clinical Nutrition from the University of Bridgeport in Connecticut (1985).
Dr. Zoltan P. Rona é uma graduação da Faculdade de Medicina da Universidade McGill (1977) e possui um Mestrado em Bioquímica e Nutrição Clínica da Universidade de Bridgeport, em Connecticut (1985). He is the author of the Canadian bestsellers, "The Joy of Health" and "Return to the Joy of Health". Ele é o autor do canadense bestsellers, "A Alegria da Saúde" e "Regresso à Alegria da Saúde". He is a past president of the Canadian Holistic Medical Association and is a consultant on nutritional medicine to the Motherisk Program of the Department of Pharmacology of the Toronto Hospital for Sick Children. Ele é um ex-presidente da Associação Médica Canadense Holística e é um consultor em medicina nutricional ao Motherisk Programa do Departamento de Farmacologia do Hospital Toronto para crianças doentes.
Born 22/2/51 in Budapest, Hungary; raised in Montreal, Quebec. 22/2/51 Nascido em Budapeste, Hungria; levantada em Montreal, Quebec. Canadian citizen. Cidadão canadense.
Further Reading: Leitura:


No tópico 17 você vai encontrar mais sobre: 

- O corpo acaba "emprestando" esses minerais de órgãos vitais e dos ossos para neutralizar o excesso de acidez.
- Deficiência de minerais causa a falta de oxigênio nas células
- PH na alimentação
- Alimentos acidificantes
- Alimentos alcalinizantes
- Sais minerais
-Importância da nutrição mineral para a saúde e a prevenção de doenças - Dr. Marcio Bontempo
- Como abaixamos nosso pH
- Emoções e Sentimentos ácidos e alcalinos
- A Acidose pode causar os seguintes problemas:
- O pH e as doenças
- A água é o melhor solvente que existe
- O QUE DIZEM OUTROS ESPECIALISTAS
- Hiperacidez tóxica
- Bioquímica DEL ORGANISMO
- Células
- Dicas
- Alimentos
- Limão


Existe uma pequena confusão entre a importância da acidez e da não acidez. O foco do blog é acidez sanguínea = doenças. 


Vamos lá - Um pouco sobre a acidez e a alcalinidade no processo digestivo.

A indicação do vinagre de maçã, do abacaxi ou a famosa laranja das feijoadas, todos ácidos. Essa acidez é para a digestão – fase estômago  que é ácida. Nada a ver com a acidez sanguínea que causa as doenças.
Por esse motivo a indicação do vinagre de maça antes das refeições e desses alimentos nas refeições.
Bem resumidamente: No estômago é importante a acidez. Após 2 horas ou um pouquinho mais quando no Duodeno e Intestino Delgado a alcalinidade. Se for usar o Bicarbonato – 1 colher de café em 1 litro de água depois de 2 horas. Água Alcalina Ibirá, por exemplo, idem.


Estomago
O estômago possui a função de armazenar o alimento logo após a refeição, fazer a mistura com as secreções gástricas e enviar o alimento para o intestino.
É uma bolsa grande onde a comida fica armazenada por aproximadamente 2 horas.
O estomago produz acido clorídrico e a pepsina ( essa mistura é chamada suco gástrico). A principal enzima do suco gástrico é a pepsina. Ela só é ativa em um meio ácido (pH = 2,0), portanto precisa da presença do ácido clorídrico.
O acido é importante para ativar a pepsina e também para esterilizar a comida.

Durante essas 2 horas, o estomago vai contraindo misturando comida, saliva , acido e pepsina como se fosse uma maquina de lavar roupas . Percebe-se então que a proteína e os carboidratos estão parcialmente digeridos no estomago, porem as gorduras estão intactas nesse nível Após esse período o piloro se abre e toda essa mistura é liberada para o duodeno.


Duodeno
Resumindo podemos dizer que no duodeno todos os alimentos iniciam sua digestão Nesse túnel de 40 cm ocorre a mixagem de todos os nutrientes com as principais enzimas e muitos alimentos já estarão prontos para serem absorvidos para o sangue. Na verdade muitos alimentos de composição simples ( amido e açucares ) e com pouca fibra são completamente digeridos e absorvidos para o sangue no duodeno, de forma que nem chegam ao intestino delgado.
É o inicio do intestino. É um túnel de 40 cm. Tem varias características:

É um “mata-borrão” no sentido de absorver rapidamente os nutrientes simples para o sangue. Os carboidratos são facilmente absorvidos para o sangue nesse tubo de alta absorção
É a única parte do intestino que absorve o cálcio (O Carbonato de Ca precisa do contato com acido clorídrico, mas o Citrato de Ca é absorvido na ausência do acido)
Principal local de absorção do ferro, magnésio, zinco e selênio. 
Também produz grelina (hormônio que induz a fome)
Recebe a secreção do fígado chamada bile. O fígado produz mais de 1 litro de bile por dia que é despejado no duodeno através de um canal chamado colédoco . - (antigamente chamado de ducto biliar comum)   


Essa quantidade é fixa por dia independentemente da quantidade de nutrientes que chegam ao duodeno. A bile contem os sais biliares que são um “detergente poderoso”. Esses sais começam a digestão das gorduras. Eles quebram a gordura em moléculas pequenas chamadas micelas que sofrerão a ação das enzimas chamadas lípases que farão a digestão final das gorduras  Esses sais biliares também participarão da absorção das gorduras para o sangue, a qual ocorrerá no íleo terminal . Na falta de sais biliares a gordura é muito mal absorvida sendo evacuada junto com as fezes causando intensa diarreia. 


Recebe a secreção pancreática. O pâncreas produz bicarbonato que ao chegar ao duodeno neutraliza a acidez do bolo alimentar que vem do estomago ( Essa neutralização do acido é importante para evitar a formação de úlceras duodenais ) O pâncreas também produz enzimas importantes como amilase (que digere carboidratos) , tripsina (que digere proteínas) e lípase (que digere as gorduras que já foram quebradas pelos sais biliares) . A maior fonte de lípases no corpo é o pâncreas. A produção de secreções pancreáticas também é ao redor de 1 litro por dia, porem dependendo da quantidade de nutrientes que chegam ao duodeno existe aumento ou diminuição dessa quantidade.


Intestino Delgado
Compreende-se que todos os alimentos ingeridos na alimentação são transformados no duodeno e no intestino delgado em “unidades básicas” que são monossacarídeos, aminoácidos, ácidos graxos e glicerol. Essas unidades básicas são então absorvidas do intestino para o sangue de veias minúsculas que irão desembocar na veia mesentérica superior que por sua vez desembocará na veia porta que conduzirá todas essas unidades básicas para o fígado.


O fígado é o grande laboratório do corpo e usará essas unidades básicas para construir as substancias complexas necessárias para nutrir o ser humano. É um órgão tão importante que tem um tópico só sobre ele. 




Intestino Grosso
É um tubo de 2 metros que liga o intestino delgado ao anus. Assim como o esôfago não tem função de digerir ou absorver alimentos Absorve quase toda a água que chega no colon (ao redor de 10 litros por dia ) Produz muco (geleia lubrificante) que tende a facilitar o ato da evacuação Evacuação anal dos restos alimentares que não foram digeridos.
Pesquisas:


Legalmente é obrigatória essa declaração abaixo:

As informações, sugestões e idéias apresentadas neste documento são apenas para informação e não devem ser interpretadas como conselhos médicos, diagnóstico de doenças, ou para efeitos de prescrição. Os leitores devem consultar seu médico antes de iniciar qualquer programa de tratamento alternativo. As informações contidas neste documento não devem ser usadas para substituir os serviços ou as instruções de um médico ou profissional de saúde qualificado.
Este produto não é destinado a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença, dor, ferimentos, deformidade ou condição física ou mental. Consulte sempre seu médico.